Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

'Frota do Mar Negro russa é capaz de eliminar o inimigo à saída da base'

A Frota do Mar Negro é capaz de eliminar o inimigo potencial logo à saída das suas bases, disse na quarta-feira (14) aos jornalistas o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, general de exército Valery Gerasimov.


Sputnik


A declaração foi feita quando o general comentava os resultados dos exercícios militares Kavkaz 2016 realizados em 5-10 de setembro. 


Navios da Frota do mar Negro durante o ensaio para a parada militar em homenagem ao Dia da Marinha russa, Sevastopol, Rússia, junho de 2016 (foto de arquivo)
Frota do Mar Negro © Sputnik/ Vasily Batanov

"A Frota do Mar Negro tem tudo para fazer isso: meios de reconhecimento que podem detectar alvos à distância de até 500 km e meios de ataque. O sistema Bastion só por si já vale muito — tem um alcance de 350 km. [É capaz de atingir] até o Bósforo. O Bastion é um sistema costeiro. Além disso, há os submarinos equipados com mísseis Kalibr, a aviação naval, a aviação estratégica com mísseis de cruzeiro, etc.", disse Gerasimov. 


Segundo o general, as forças de desembarque do inimigo "não devem atingir a costa da Crimeia no mar Negro qualquer que seja seu ponto de partida".

"A Frota do Mar Negro deve ser capaz – e já mostrou que é capaz – de eliminar forças de desembarque durante seu deslocamento, começando pelos portos de embarque", disse o militar russo.

Segundo as palavras de Gerasimov, neste momento a Frota do Mar Negro "deixa uma boa impressão". "Alguns anos atrás as capacidades de combate contrastavam muito, em particular, com as da Marinha turca. Naquela altura se considerava a Turquia quase como o dono absoluto do mar Negro. Agora a situação se alterou", destacou.

O general lembrou que a Frota já possui submarinos equipados com mísseis Kalibr. "Agora há três [submarinos], chegará mais um e no próximo ano outros dois, eles serão seis [submarinos à disposição da Frota do mar Negro]", disse Gerasimov. 


Além disso, a Frota possui lanchas porta-mísseis e fragatas portadoras de mísseis, acrescentou o general.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas