Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém

O ex-chefe da inteligência saudita, o Príncipe Turki al-Faisal, criticou o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel, em uma das mais acentuadas reações do reino aliado de Washington no Oriente Médio.
Sputnik

Em uma carta a Trump publicada em um jornal saudita nesta segunda-feira, o príncipe Turki, um ex-embaixador em Washington que agora não ocupa nenhum cargo do governo, mas continua influente, chamou a decisão de uma estratagema política doméstica que provocaria violência.


"O derramamento de sangue e o caos definitivamente seguirão sua tentativa oportunista de ganhar eleitoralmente", escreveu o príncipe Turki em uma carta publicada no jornal saudita al-Jazeera.

Trump inverteu décadas de política dos EUA e virou do consenso da crítica internacional na semana passada, reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel. A maioria dos países diz que o status da cidade deve ser deixado para negociações entre Israel e os pales…

Gases tóxicos: Quase mil pessoas tratadas por problemas respiratórios ao sul de Mossul

Cerca de 1.000 pessoas foram tratadas por problemas respiratórios ligados a gases tóxicos de uma fábrica de enxofre que teria sido incendiada por militantes do Daesh (Estado Islâmico) perto da cidade de Mossul.


Sputnik


Nenhuma morte foi relatada em conexão com o incidente, disseram as fontes no hospital em al-Qayyara, uma cidade ao sul de Mossul, segundo relata a Reuters neste sábado (22). Os primeiros casos teriam começado a chegar na sexta-feira de manhã. 


Hospital em Mossul Iraque
Hospital em Mossul, Iraque © AFP 2016/ SAFIN HAMED

A fábrica de enxofre pegou fogo no início desta semana, enquanto o exército iraquiano expulsava os jihadistas do Daesh da área de Mishraq, norte de al-Qayyara. Ainda segundo a Reuters, militares dos EUA disseram que os militantes haviam deliberadamente ateado fogo na instalação.


Postar um comentário