Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Lavrov: Ao contrário dos EUA, Rússia posiciona suas armas em seu próprio território

A Rússia age em seu próprio território ao implantar armas em Kaliningrado, ao contrário do que fazem os EUA, segundo afirmou nesta (12) o chanceler russo, Sergei Lavrov, em entrevista à CNN.


Sputnik


No início desta semana, a imprensa citou uma fonte da inteligência dos EUA dizendo que a Rússia estava implantando mísseis Iskander-M em Kaliningrado. O porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov, confirmou os relatos, dizendo que Moscou não fez segredo sobre o envio dos sistemas de mísseis para o exclave russo, já que o deslocamento de armamentos dentro do país é uma prática padrão do exército. 


Iskander-M (SS-26 Stone, segundo o código da OTAN), sistema móvel de mísseis balísticos da Rússia
Míssil balístico Iskander-M (SS-26 Stone) © Sputnik/ Aleksei Danichev

"No que diz respeito à instalação de armas no nosso território — este é nosso território", sublinhou Lavrov à CNN. 


O ministro destacou ainda que os Estados Unidos estavam aumentando o financiamento atribuído à implantação de militares perto das fronteiras da Rússia. 

“Agora, (…) os últimos caças dos EUA, creio que os F-35, seriam equipados com a versão moderna de bombas nucleares. E eles seriam implantados nas fronteiras russas. E isto não é território dos Estados Unidos", acrescentou Lavrov.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas