Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Lavrov: Ao contrário dos EUA, Rússia posiciona suas armas em seu próprio território

A Rússia age em seu próprio território ao implantar armas em Kaliningrado, ao contrário do que fazem os EUA, segundo afirmou nesta (12) o chanceler russo, Sergei Lavrov, em entrevista à CNN.


Sputnik


No início desta semana, a imprensa citou uma fonte da inteligência dos EUA dizendo que a Rússia estava implantando mísseis Iskander-M em Kaliningrado. O porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov, confirmou os relatos, dizendo que Moscou não fez segredo sobre o envio dos sistemas de mísseis para o exclave russo, já que o deslocamento de armamentos dentro do país é uma prática padrão do exército. 


Iskander-M (SS-26 Stone, segundo o código da OTAN), sistema móvel de mísseis balísticos da Rússia
Míssil balístico Iskander-M (SS-26 Stone) © Sputnik/ Aleksei Danichev

"No que diz respeito à instalação de armas no nosso território — este é nosso território", sublinhou Lavrov à CNN. 


O ministro destacou ainda que os Estados Unidos estavam aumentando o financiamento atribuído à implantação de militares perto das fronteiras da Rússia. 

“Agora, (…) os últimos caças dos EUA, creio que os F-35, seriam equipados com a versão moderna de bombas nucleares. E eles seriam implantados nas fronteiras russas. E isto não é território dos Estados Unidos", acrescentou Lavrov.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas