Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Mais de 1.200 terroristas, inclusive homens-bomba, preparam-se para atacar Aleppo

Mais de 1.200 extremistas, inclusive 30 homens-bombas, estão se preparando para uma ofensiva contra a cidade síria de Aleppo a partir de sudoeste, declarou o chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior do Exército russo, Sergei Rudskoy.

Sputnik
Ele sublinhou que os terroristas estão usando o cessar-fogo para seus próprios interesses. Foi observada sua concentração em torno de Aleppo e os preparativos para mais uma ofensiva para romper o cerco até à parte oriental da cidade, acrescentou Rudskoy. 
Militantes da Frente al-Nusra dirigem pelas ruas de Aleppo
Terroristas da Frente al-Nusra nas ruas de Aleppo © REUTERS/ Ammar Abdullah

"No total, para a ofensiva contra Aleppo a partir de sudoeste está se concentrando um agrupamento de formações armadas ilegais com mais de 1.200 elementos, incluindo 30 homens-bombas. Eles têm como armamento tanques, veículos blindados e caminhonetes com metralhadoras de grande calibre", disse Rudskoy. 
Rudskoy notou que os agrupamentos criminosos, que atuam em Aleppo, continuam recebendo armas e munições, e que agora eles começaram recebendo mísseis antiaéreos portáteis.
Postar um comentário