Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Venezuela está disposta a 'defender soberania e independência de Nicarágua'

Jorge Arreaza, chanceler da Venezuela, avisou da capital nicaraguense, Manágua, que o presidente Nicolás Maduro está disposto a apoiar a Nicarágua em defesa de sua soberania se for necessário.
Sputnik

"Se [nós] o povo bolivariano, os revolucionários da Venezuela, tivéssemos que vir à Nicarágua para defender a soberania e a independência nicaraguense, e oferecer nosso sangue pela Nicarágua, iríamos como Sandino, até à montanha de Nueva Segovia", expressou Arreaza.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela fez essas declarações durante a comemoração dos 39 anos do triunfo da Revolução Sandinista em Nicarágua, país para o qual viajou em 19 de julho.

O socialismo, enfatizou Arreaza, é o caminho certo, e assegurou que a Venezuela passou por uma situação semelhante da qual a Nicarágua enfrenta desde abril deste ano.

"Caros compatriotas, dizemos-lhes porque vivemos essa mesma experiência que vocês vivem nos últimos meses, nós as chamamos de guarimbas [termo para protesto popu…

Mais de 1.200 terroristas, inclusive homens-bomba, preparam-se para atacar Aleppo

Mais de 1.200 extremistas, inclusive 30 homens-bombas, estão se preparando para uma ofensiva contra a cidade síria de Aleppo a partir de sudoeste, declarou o chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior do Exército russo, Sergei Rudskoy.

Sputnik
Ele sublinhou que os terroristas estão usando o cessar-fogo para seus próprios interesses. Foi observada sua concentração em torno de Aleppo e os preparativos para mais uma ofensiva para romper o cerco até à parte oriental da cidade, acrescentou Rudskoy. 
Militantes da Frente al-Nusra dirigem pelas ruas de Aleppo
Terroristas da Frente al-Nusra nas ruas de Aleppo © REUTERS/ Ammar Abdullah

"No total, para a ofensiva contra Aleppo a partir de sudoeste está se concentrando um agrupamento de formações armadas ilegais com mais de 1.200 elementos, incluindo 30 homens-bombas. Eles têm como armamento tanques, veículos blindados e caminhonetes com metralhadoras de grande calibre", disse Rudskoy. 
Rudskoy notou que os agrupamentos criminosos, que atuam em Aleppo, continuam recebendo armas e munições, e que agora eles começaram recebendo mísseis antiaéreos portáteis.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas