Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Fora do normal': OTAN teria usado armas climáticas para atingir êxito em operação militar

Uma das teorias de conspiração mais populares é a possível influência humana no clima com armas de tecnologia de última geração. Neste contexto, ganhou talvez o maior destaque o projeto HAARP dos EUA. Oficial da Força Aérea russa e meteorologista, Yevgeny Tishkovetz, contou para a Sputnik até que ponto os humanos podem mudar condições climáticas.
Sputnik

O HAARP (High Frequency Active Auroral Research Program, em inglês) é um projeto financiado pelas Forças Armadas dos EUA que visa estudar a ionosfera para aperfeiçoamento de suas capacidades de comunicação por rádio e dos sistemas de vigilância com ajuda de tecnologias de ponta.


Há uma teoria de que o sistema HAARP teria sido utilizado na operação militar da OTAN na Iugoslávia em 1999. Yevgeny Tishkovetz, meteorologista do centro Fobos e ex-chefe do serviço meteorológico do Ministério da Defesa russo, disse à Sputnik Sérvia que o sistema pode ter sido realmente usado na Iugoslávia.

Segundo o oficial, a Aliança não tinha como realizar seus…

Mega saldão de caças do ‘Tio Sam’ para o Oriente Médio

Poder Aéreo

A Casa Branca aprovou a venda caças para Qatar, Bahrein e Kuwait, informo o presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado. 


F-16A Fighting Falcons and F-15C and F-15E Eagles fly over burning oil fields during Desert Storm. Operation Desert Storm began Jan. 17, 1991.

O pacote inclui 72 Boeing F-15E Strike Eagle para Qatar e até 40 Boeing F/A-18 E/F Super Hornet para o Kuwait. Também faz parte do pacote a venda de caças Lockheed Martin F-16 para o Bahrein.

O Pentágono e do Departamento de Estado já tinham aprovado as vendas. Agora caberá ao Congresso dos EUA a avaliação.

O Kuwait e o Qatar solicitaram as aquisições pela primeira vez mais de dois anos atrás.

Somente a venda dos F-15E deve valer algo em torno de 4 bilhões de dólares. Do total de 72 caças, 36 são pedidos firmes e os outros 36 são opções. Em relação aos Super Hornets para o Kuwait o pedido inclui 28 aviões com mais 12 opções futuras, totalizando cerca de três bilhões de dólares.

A linha de montagem do F-15 em Saint Louis estava prestes a fechar, mas ganhará novo fôlego com a confirmação dessa venda. O mesmo vale para o Super Hornet, cujas entregas para a USN encerrarão em breve.


Postar um comentário