Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

Mega saldão de caças do ‘Tio Sam’ para o Oriente Médio

Poder Aéreo

A Casa Branca aprovou a venda caças para Qatar, Bahrein e Kuwait, informo o presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado. 


F-16A Fighting Falcons and F-15C and F-15E Eagles fly over burning oil fields during Desert Storm. Operation Desert Storm began Jan. 17, 1991.

O pacote inclui 72 Boeing F-15E Strike Eagle para Qatar e até 40 Boeing F/A-18 E/F Super Hornet para o Kuwait. Também faz parte do pacote a venda de caças Lockheed Martin F-16 para o Bahrein.

O Pentágono e do Departamento de Estado já tinham aprovado as vendas. Agora caberá ao Congresso dos EUA a avaliação.

O Kuwait e o Qatar solicitaram as aquisições pela primeira vez mais de dois anos atrás.

Somente a venda dos F-15E deve valer algo em torno de 4 bilhões de dólares. Do total de 72 caças, 36 são pedidos firmes e os outros 36 são opções. Em relação aos Super Hornets para o Kuwait o pedido inclui 28 aviões com mais 12 opções futuras, totalizando cerca de três bilhões de dólares.

A linha de montagem do F-15 em Saint Louis estava prestes a fechar, mas ganhará novo fôlego com a confirmação dessa venda. O mesmo vale para o Super Hornet, cujas entregas para a USN encerrarão em breve.


Postar um comentário