Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Milícias xiitas participarão da operação do exército iraquiano contra Daesh em Tal Afar

As milícias xiitas vão participar da libertação da cidade iraquiana de Tal Afar contra os terroristas do Daesh, apesar das abjeções de Ancara, disse à RIA Novosti o porta-voz do comando unificado de operações conjuntas das instituições de defesa do Iraque, o general de brigada Yahya Rasul.


Sputnik


“As milícias participarão dos combates e serão responsáveis por uma importante frente da ofensiva. Serão as responsáveis por cortar as rotas de abastecimento e de comunicações do Daesh entre Mossul e Síria”, informou o militar. 


Combatentes das milícias xiitas
Combatente da milícia xiita © AP Photo

A população de Tal Afar, no norte do Iraque e a 50 quilômetros a oeste de Mossul, é composta, de modo majoritário, por turcomanos iraquianos. Mais cedo, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou planos de aumentar a presença militar na fronteira com o Iraque. Ele ameaçou uma resposta militar, no caso das milícias xiitas participarem dos combates na cidade. 


“Não nos compete o que dizem na Turquia. Temos um governo iraquiano e o comandante do exército, assim como as milícias, cumprem as suas ordens”, disse Rasul.

Postar um comentário