Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Militantes atacam posições do Exército sírio perto da estrada de Castello em Aleppo

Um correspondente da Sputnik informou que militantes atacaram posições do exército sírio perto da estrada de Castello em Aleppo.


Sputnik

A estrada de Castello é uma das saídas que devem ser usadas ​​para a evacuação de civis e militantes que queiram deixar o leste de Aleppo, região controlada por terroristas. 


Principal via para a entrega de ajuda humanitária em Aleppo, estrada de Castello
Estrada de Castello, principal via para entrega de ajuda humanitária em Aleppo © AFP 2016/ KARAM AL-MASRI

Foram ouvidos disparos de armas ligeiras e metralhadoras pesadas no local. Os soldados sírios responderam com metralhadoras, segundo relatou o correspondente. 


O ataque começou alguns minutos antes do fim da pausa humanitária dos bombardeios russos e sírios, que havia sido instaurada em Aleppo mais cedo nesta quinta-feira (20). A pausa vai durar até às 19h no horário local (16h GMT). 

Os civis são encorajados a deixar a zona de guerra através de seis corredores, enquanto outros dois são reservados para os militantes dispostos a depor as armas. 

No começo do dia, uma fonte das milícias locais disse à Sputnik que os militantes da Frente al-Nusra, atualmente conhecida como Jabhat Fatah al-Sham, haviam atirado contra os civis que queriam deixar Aleppo pelo corredor humanitário de Bustan al-Qasr.


Postar um comentário