Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Militantes atacam posições do Exército sírio perto da estrada de Castello em Aleppo

Um correspondente da Sputnik informou que militantes atacaram posições do exército sírio perto da estrada de Castello em Aleppo.


Sputnik

A estrada de Castello é uma das saídas que devem ser usadas ​​para a evacuação de civis e militantes que queiram deixar o leste de Aleppo, região controlada por terroristas. 


Principal via para a entrega de ajuda humanitária em Aleppo, estrada de Castello
Estrada de Castello, principal via para entrega de ajuda humanitária em Aleppo © AFP 2016/ KARAM AL-MASRI

Foram ouvidos disparos de armas ligeiras e metralhadoras pesadas no local. Os soldados sírios responderam com metralhadoras, segundo relatou o correspondente. 


O ataque começou alguns minutos antes do fim da pausa humanitária dos bombardeios russos e sírios, que havia sido instaurada em Aleppo mais cedo nesta quinta-feira (20). A pausa vai durar até às 19h no horário local (16h GMT). 

Os civis são encorajados a deixar a zona de guerra através de seis corredores, enquanto outros dois são reservados para os militantes dispostos a depor as armas. 

No começo do dia, uma fonte das milícias locais disse à Sputnik que os militantes da Frente al-Nusra, atualmente conhecida como Jabhat Fatah al-Sham, haviam atirado contra os civis que queriam deixar Aleppo pelo corredor humanitário de Bustan al-Qasr.


Postar um comentário