Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Rebeldes sírios tomam cidade de Dabiq do Estado Islâmico

Eles tiveram apoio da Turquia para tomar Dabiq.
Agência diz que 9 rebeldes morreram e outros 28 ficaram feridos.


France Presse


Rebeldes sírios com apoio da Turquia tomaram neste domingo (16) o controle de Dabiq, uma localidade próxima à fronteira turca até agora em mãos do grupo Estado Islâmico (EI), informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH). 


Combatentes do Exército de Libertação da Síria lutam contra jihadistas do Estado Islâmico em Dabiq, no norte do país, no sábado (15). Cidade é considerada estratégica para os jihadistas  (Foto: Nazeer al-Khatib / AFP)
Combatentes do Exército de Libertação da Síria lutam contra jihadistas do Estado Islâmico em Dabiq, no norte do país, no sábado (15). Cidade é considerada estratégica para os jihadistas (Foto: Nazeer al-Khatib / AFP)

Segundo a fonte, os jihadistas do EI se retiraram com a chegada dos rebeldes, que também capturaram Soran, uma localidade vizinha.

A cidade no norte do país é uma fortaleza do grupo terrorista. Dabiq tem importância ideológica crucial para os jihadistas por causa de uma profecia sunita que afirma que será o local de uma batalha do fim dos tempos entre as forças muçulmanas e cristãs, de acordo com a France Presse.

Um dos grupos rebeldes, a União Fastaqim, confirmou que Dabiq caiu após violentos combates com o Daesh, o acrônimo em árabe do EI.

O grupo postou no Twitter fotos de um combatentes sentados com suas armas na parte traseira de uma caminhonete, no que parece ser o fundo da localidade de Dabiq.

A agência oficial turca Anadolu explicou que os rebeldes sírios estavam desativando bombas deixadas pelo EI, como geralmente faz quando abandona uma cidade.

Segundo a Anadolu, nove rebeldes morreram e outros 28 ficaram feridos nos combates.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas