Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

Representantes da chancelaria norte-coreana fazem reunião secreta com delegados dos EUA

Altos representantes norte-coreanos realizam um encontro não oficial secreto na Malásia com especialistas dos EUA dedicado ao programa nuclear da Coreia do Norte.


Sputnik


Han Song-ryol, diretor do departamento dos EUA da chancelaria norte-coreana, confirmou essas informações ao canal KBS, destacando que as partes "trocaram opiniões sobre um leque de problemas de interesse". 


Míssil exibido durante desfile militar na Coreia do Norte
Desfile militar na Coreia do Norte © REUTERS/ James Pearson

Nas conversações, a parte norte-americana integra o ex-representante oficial do Departamento de Estado dos EUA Robert Galucci. Foi ele e o ex-chefe do departamento da inteligência dos EUA, Joseph DeTrani, que desempenharam o papel crucial na assinatura do Acordo-Quadro entre Pyongyang e Washington em 1994 que prevê a solução do problema nuclear.


Segundo o KBS, a reunião se iniciou às 10h00 de sexta-feira (21) terminou à meia-noite e continuou no sábado.

Vale lembrar que em 9 de setembro, apesar da proibição por parte do Conselho de Segurança, a Coreia do Norte realizou seu quinto teste nuclear, considerado o maior na história do país, com uma potência equivalente a 10 quilotoneladas de TNT. Todos os três mísseis lançados caíram na zona econômica exclusiva do Japão, o que foi avaliado como uma ameaça direta para a segurança deste país.

Postar um comentário