Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Rússia ordena aos Oficiais no exterior para regressarem a casa – Daily Mail

A notícia está a ser avançada pelo Daily Mail, a Rússia está a ordenar a todos os oficiais no exterior para regressarem a casa. O motivo apresentado é o aumento da tensão internacional e a perspetiva de uma guerra global.


Jorge Almeida | RTP

Segundo uma notícia avançada pelo jornal inglês Daily Mail, a Rússia está a ordenar a todos os Oficiais no exterior e aos seus familiares para regressarem a casa. As razões invocadas são o aumento da tensão internacional e a perspetiva de uma guerra global.


Foto: Reuters

De acordo com o site russo ZnaK.com, a ordem é extensível a todos os funcionários russos no exterior e foi pedido para as crianças serem retiradas das escolas internacionais imediatamente.

O jornal inglês teve acesso à informação através de políticos russos e de altas figuras do estado que afirmaram que a ordem foi dada pelo próprio presidente, Vladimir Putin.

Esta alegada ordem acontece um dia depois do Presidente russo ter cancelado uma visita oficial a França na sequência de afirmações do Presidente francês, François Hollande, que disse que os recentes bombardeamentos russos em Aleppo podem ser considerados “crimes de guerra”.

O ex-presidente soviético, Mikhail Gorbachev, avisou que o mundo “está numa situação perigosa” devido ao aumento da tensão entre a Rússia e os Estados Unidos.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas