Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Argentina concorda em construir bases norte-americanas em seu território

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, aprovou a construção no país de várias bases militares dos EUA, informou no sábado (21) o portal mexicano Aristegui Noticias com referência a fontes informadas.
Sputnik

De acordo com o portal, trata-se de ao mínimo três bases militares a serem construídas nas províncias de Neuquén (onde fica a jazida de gás de xisto Vaca Muerta), Misiones e Tierra del Fuego, de onde se pode controlar a Antártida.

A sua criação deve ser financiada pelo Comando Sul dos EUA. Um dos principais adeptos da criação de bases seria a ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich.

Além disso, nota o portal mexicano, a ministra elogiou a chegada ao país de instrutores americanos que efetuam a preparação dos policiais argentinos antes da cúpula do G20 em novembro. Isso viola as atuais leis argentinas, porque é necessário obter a autorização do Congresso para tais ações, algo que não foi feito.

AELSistemas fornecerá capacetes HMD para a FAB e Flygvapnet

DefesaNet

A SAAB, empresa de defesa e segurança, recebeu da Administração de Equipamentos de Defesa (FMV) da Suécia a encomenda de um sistema avançado de visualização integrado ao capacete (HMD - Helmet Mounted Display), denominado Targo. O novo sistema será empregado no caça Gripen E da Força Aérea Sueca (Flygvapnet). A encomenda tem valor aproximado de 119 milhões de coroas suecas. As entregas vão ocorrer entre 2022 e 2026.


AELSistemas fornecerá capacetes HMD para a FAB e Flygvapnet

O sistema Targo será fabricado e fornecido pela empresa brasileira AEL Sistemas (AEL), tendo sido, também, encomendado pelo Brasil para os caças Gripen NG da Força Aérea Brasileira.

Os pilotos equipados com o Targo serão capazes de localizar, rastrear, identificar e combater melhor os alvos aéreos e terrestres, uma vez que o sistema proporciona maior consciência situacional e melhores opções para ampliar a capacidade de combate. Um visor integrado ao capacete exibe informações de voo, tais como altitude e velocidade do ar, além de indicar alvos e fornecer dados de rastreamento que ajudam o piloto.

“Ao mirar o alvo com a cabeça, ao invés de usar toda a aeronave, consigo, rapidamente, acoplar os sensores e mísseis no alvo e, assim, obter o máximo desempenho do míssil. Isso torna possível o seu disparo logo após a detecção e identificação do alvo, mantendo os olhos constantemente nele. O sistema também é capaz de designar alvos para o piloto, levando-o a uma avaliação mais rápida da situação tática”, explica Hans Einerth, piloto de ensaios em voo da SAAB.

Os sistemas HMD já estão em funcionamento com a atual frota de Gripen da Força Aérea Sueca (Flygvapnet). Com o novo sistema HMD Targo para o Gripen E, os pilotos suecos do Gripen irão dispor, dentre outros, de recursos de visualização e indicação noturna.

A AEL é fornecedora para o Gripen NG no Brasil e parceira no programa de transferência de tecnologia, como parte do programa F-X2. Além de entregar o sistema HMD, a AEL também fornecerá o Display Panorâmico Inteligente (WAD – Wide Area Display) e o HUD (Head- Up Display) para o Gripen NG do Brasil.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas