Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

AELSistemas fornecerá capacetes HMD para a FAB e Flygvapnet

DefesaNet

A SAAB, empresa de defesa e segurança, recebeu da Administração de Equipamentos de Defesa (FMV) da Suécia a encomenda de um sistema avançado de visualização integrado ao capacete (HMD - Helmet Mounted Display), denominado Targo. O novo sistema será empregado no caça Gripen E da Força Aérea Sueca (Flygvapnet). A encomenda tem valor aproximado de 119 milhões de coroas suecas. As entregas vão ocorrer entre 2022 e 2026.


AELSistemas fornecerá capacetes HMD para a FAB e Flygvapnet

O sistema Targo será fabricado e fornecido pela empresa brasileira AEL Sistemas (AEL), tendo sido, também, encomendado pelo Brasil para os caças Gripen NG da Força Aérea Brasileira.

Os pilotos equipados com o Targo serão capazes de localizar, rastrear, identificar e combater melhor os alvos aéreos e terrestres, uma vez que o sistema proporciona maior consciência situacional e melhores opções para ampliar a capacidade de combate. Um visor integrado ao capacete exibe informações de voo, tais como altitude e velocidade do ar, além de indicar alvos e fornecer dados de rastreamento que ajudam o piloto.

“Ao mirar o alvo com a cabeça, ao invés de usar toda a aeronave, consigo, rapidamente, acoplar os sensores e mísseis no alvo e, assim, obter o máximo desempenho do míssil. Isso torna possível o seu disparo logo após a detecção e identificação do alvo, mantendo os olhos constantemente nele. O sistema também é capaz de designar alvos para o piloto, levando-o a uma avaliação mais rápida da situação tática”, explica Hans Einerth, piloto de ensaios em voo da SAAB.

Os sistemas HMD já estão em funcionamento com a atual frota de Gripen da Força Aérea Sueca (Flygvapnet). Com o novo sistema HMD Targo para o Gripen E, os pilotos suecos do Gripen irão dispor, dentre outros, de recursos de visualização e indicação noturna.

A AEL é fornecedora para o Gripen NG no Brasil e parceira no programa de transferência de tecnologia, como parte do programa F-X2. Além de entregar o sistema HMD, a AEL também fornecerá o Display Panorâmico Inteligente (WAD – Wide Area Display) e o HUD (Head- Up Display) para o Gripen NG do Brasil.



Postar um comentário