Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Ataque a maior base dos EUA no Afeganistão mata 4 e fere 15

Homem-bomba entrou no complexo disfarçado de trabalhador da base.
Ataque foi o mais importante este ano contra instalação da Otan no país.


EFE

Pelo menos quatro pessoas morreram e 15 ficaram feridas em um ataque suicida dentro da base aérea de Bagram, situada no norte do Afeganistão, a maior dos Estados Unidos no país, informaram neste sábado (12) fontes oficiais locais.


Resultado de imagem para base aerea bagram
Base aérea de Bagram, Afeganistão

"Quatro pessoas morreram e 15 ficaram feridas após um suicida conseguir entrar na base na madrugada deste sábado", afirmou o porta-voz do governador da província de Parwan, Wahid Sediqi.

A Otan confirmou, em um breve comunicado, que houve uma explosão na base depois das 5h30 (hora local), e que havia "vítimas", mas não informou o número nem as causas da detonação. "Nossas equipes de proteção e equipamentos médicos estão respondendo a situação", disse a Otan.

De acordo com a versão de Sediqi, o homem-bomba "conseguiu entrar na base disfarçado como um dos trabalhadores locais".

"Ainda não está claro quantos dos mortos e feridos são estrangeiros e locais", afirmou.

O ataque foi atribuído aos talibãs, através de uma mensagem de seu porta-voz Zabiullah Mujahid, no Twitter, onde afirmou que um "mártir" atacou a base culminando com "grandes baixas" às forças americanas.

Este foi o ataque mais importante este ano contra uma instalação da Otan no Afeganistão, onde a Aliança Atlântica mantém cerca de 12 mil soldados no apoio às missões, além no treinamento das forças afegãs.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas