Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Destróier norte-americano abandona mar Negro antecipadamente

O destróier norte-americano USS Carney atravessou o estreito do Bósforo depois de permanecer seis dias no Mar Negro, informou no Twitter o portal turco que vigia o movimento de navios através do estreito.


Sputnik


Segundo a Convenção de Montreux, a presença de navios de guerra de países que não são banhados pelo Mar Negro é limitada a 21 dias. 


USS Carney
USS Carney © flickr.com/ Gonzalo Alonso

O destróier USS Carney da Sexta Frota da Marinha dos EUA havia entrado no Mar Negro em 24 de outubro. Chegou ao porto de Constança e depois se dirigiu para o sul, através do Bósforo. 


A Frota russa do Mar Negro afirmou que estava seguindo o deslocamento do navio norte-americano.

O USS Carney é equipado com um sistema de combate polivalente Aegis. O destróier é capaz de interceptar mísseis balísticos e realizar ataques com mísseis de cruzeiro.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas