Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Caça F-22 dos EUA faz pouso de emergência no Alasca

Nesta quarta-feira (11), um caça de quinta geração F-22 Raptor da Força Aérea dos EUA fez um pouso de emergência em uma base militar no Alasca, de acordo com a agência AP.
Sputnik

De acordo com a agência, a aeronave aterrissou na base de Elmendorf-Richardson, na cidade de Anchorage, devido a uma falha no funcionamento do chassi de aterrissagem.

As imagens do acidente divulgadas pelo Facebook demonstram que uma das rodas não saiu e a aeronave acabou pousando sobre sua asa esquerda.

O piloto saiu ileso. Entretanto, a porta-voz da Força Aérea dos EUA, Erin Eaton, informou sobre o início de uma investigação da ocorrência.

Outros acidentes

O avião F-22 é um caça bimotor monolugar produzido pela corporação norte-americana Lockheed Martin. A Força Aérea dos EUA conta com 186 aeronaves do modelo.

Em abril, foi registrada uma falha de motor em um F-22 durante a decolagem da base aérea de Fallon, como resultado a aeronave acabou caindo sobre a pista.

Outro acidente, que também ocorreu em abril, teve lu…

Destróier norte-americano descoberto na Romênia

O destróier da Marinha norte-americana USS Carney, equipado com o sistema de combate Aegis, se encontra fica no mar Negro próximo do porto romeno de Constança.


Sputnik


Navios de reconhecimento, bem como outras forças da Frota do Mar Negro da Rússia estão monitorando o navio, disse à agência russa RIA Novosti na terça-feira (25) uma fonte diplomática militar. 


Destróier com mísseis teleguiados USS Carney patrulha golfo Pérsico (foto de arquivo)
USS Carney © AFP 2016/ FELIX GARZA/Marinha dos EUA

"Com efeito, ele se encontra na região de Constança. A vigilância sobre ele está sendo realizada por navios de reconhecimento e radares costeiros, bem como pela aviação naval da Frota do Mar Negro", disse a fonte. 


Antes, a mídia informou que o destróier da Marinha norte-americana USS Carney passou pelos estreitos do mar Negro. 

Os destróieres com mísseis teleguiados Carney, Ross, Porter e Donald Cook, em conjunto com instalações terrestres de defesa antimíssil na Polônia e Romênia, também equipados com o sistema Aegis, são elementos do segmento europeu da defesa antimíssil nacional dos EUA. 

A Convenção de Montreux de 1936 limita a presença de navios de guerra de países que não são banhados pelo mar Negro a 21 dias.




Postar um comentário

Postagens mais visitadas