Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Espanha planeja aumentar contingente militar no Iraque

A Espanha está planejando aumentar o seu contingente militar no Iraque para 400 soldados, segundo afirmou o primeiro-ministro do país, Mariano Rajoy.


Sputnik


Atualmente, há cerca de 300 militares espanhóis baseados no campo de treinamento de Besmaya, ao sul de Bagdá, onde agentes das forças iraquianas estão sendo treinadas por especialistas da coalizão internacional liderada pelos EUA. 


Militares iraquianos, americanos e espanhóis durante treinamento no campo de Besmaya
Militares da coalizão norte-americana em treinamento no Iraque © AP Photo/ Khalid Mohammed

No mês passado, o ex-chanceler espanhol José García-Margallo, revelou em visita ao campo de Besmaya a intenção de Madri de enviar mais soldados para o Iraque após a liberação de Mossul. No entanto, antes da formação do novo governo na Espanha, a medida era vista como quase impossível. 


"Em breve, pediremos apoio ao Congresso para aumentar o número dos nossos soldados. Queremos que cheguem a 400, como é solicitado pelos nossos aliados", afirmou Rajoy, citado por uma rádio espanhola. 

A Espanha está planejando aumentar o seu contingente militar no Iraque para 400 soldados, segundo afirmou o primeiro-ministro do país, Mariano Rajoy. 

De acordo com o premier, a guerra contra o terrorismo tem sido lutada em escala global, e todos os envolvidos nesse conflito devem entender sua importância. 


Postar um comentário

Postagens mais visitadas