Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Estágio de Operações na Selva para o Exército Chinês

61º BIS | Forças Terrestres

Cruzeiro do Sul (AC) – No período de 19 de setembro a 21 de outubro, o Capitão Cleidilson Marcelo Ferreira Siqueira, integrante do 61º Batalhão de Infantaria de Selva (61º BIS), juntamente com outros três militares do Comando Militar da Amazônia, participou do planejamento e da condução do Estágio de Operações na Selva na Academia de Operações Especiais do Exército da China, localizada na cidade de Ghangzhou (República Popular da China). 


estagio-de-operacoes-na-selva-para-o-exercito-chines-3

A atividade contou com a participação de 67 Cadetes do 2º ano do Curso de Formação de Oficiais, da Academia do Exército da Nação Amiga. Foram ministradas instruções de Vida na Selva e de Técnicas Especiais e Módulos de Patrulhas.



Postar um comentário