Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Exército sírio cerca baluarte de militantes a nordeste de Damasco

Na quarta-feira (23), o exército sírio iniciou uma operação para cercar um dos baluartes dos grupos radicais no povoado de Harasta, na província de Damasco, informou uma fonte da milícia à agência RIA Novosti. 


Sputnik

Segundo a fonte, em 23 de novembro "de manhã, as forças do governo sírio lançaram uma ofensiva para cercar Harasta, situada a nordeste de Damasco (a cerca de 10 quilômetros)". 


Subúrbio de Damasco que está sob o controle da Frente al-Nusra, Síria
Subúrbio de Damasco sob controle da Frente al-Nusra © Sputnik/ Ilya Pitalev
 
"O controle deste povoado é de importância essencial para restabelecer o transporte entre a capital e a cidade de Homs", revela a mesma fonte.

Durante a última semana, o exército sírio e os destacamentos dos grupos terroristas Jaish al-Islam e Frente al-Nusra (ambos são proibidos na Rússia) se têm enfrentado em combates intensos nos arredores dos povoados de Duma e Harasta. Os militares sírios contam com apoio da aviação militar que efetua ataques maciços contra as posições fortificadas e baterias dos militantes.

Os subúrbios de Damasco continuam sendo os principais pontos na luta das forças do governo sírio contra os terroristas. De lá os grupos radicais realizam diariamente bombardeios de bairros residenciais de Damasco. 


Na segunda-feira, quatro granadas de morteiro caíram nas proximidades da Embaixada da Rússia não provocando feridos. Segundo informou a agência RIA Novosti, os projéteis foram lançados a partir do bairro de Jobar, a leste da cidade, de onde os terroristas têm bombardeado representações diplomáticas de países estrangeiros e objetivos de infraestrutura militar ao longo dos últimos cinco anos.


Postar um comentário