Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por meio do Egito, Hamas pede a Israel que cesse fogo na Faixa de Gaza

O movimento Hamas pediu a Israel que cesse fogo por meio da mediação egípcia e prometeu interromper os confrontos na fronteira como parte do acordo, disse uma fonte política israelense à Sputnik.
Sputnik

"O Hamas teve um grande golpe ontem e o movimento pediu um cessar-fogo através do Egito, prometendo interromper o 'terror incendiário e nas cercas fronteiriças'", disse a fonte.

Segundo a mesma pessoa, Israel considera o Egito como fiador da implementação do cessar-fogo.

"Os egípcios são os garantidores nesta questão, mas em qualquer caso, o desenvolvimento da situação dependerá de ações reais. Se o Hamas violar o cessar-fogo, pagará um preço ainda maior", acrescentou a fonte.

Esses arranjos foram alcançados após bombardeios maciços das instalações do Hamas no enclave, que se seguiram ao assassinato de um soldado israelense na sexta-feira.

Este foi o segundo cessar-fogo entre Israel e o Hamas, coordenado pelo Egito nas últimas duas semanas. No último sábado, a Fo…

Explosão em Aleppo mata ao menos 12 civis e deixa cerca de 50 feridos

Ataque ocorreu em região de comerciantes controlada por milícias curdas.
ONG não descarta aumento de vítimas fatais devido à gravidade dos feridos.


EFE


Pelo menos 12 civis morreram neste domingo e cerca de 50 ficaram feridos por uma explosão de origem desconhecida na província setentrional síria de Aleppo, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos. 


Homem caminha ao lado de prédios destruídos no bairro controlado por rebeldes al-Sukkari em Aleppo, na Síria (Foto: Abdalrhman Ismail/Reuters)
Homem caminha ao lado de prédios destruídos no bairro controlado por rebeldes al-Sukkari em Aleppo, na Síria (Foto: Abdalrhman Ismail/Reuters)

O fato ocorreu na zona de
Gazauiya, localizada nos arredores da cidade de Afarin, no noroeste de Aleppo, e as vítimas são em sua maioria comerciantes, vendedores, motoristas e cidadãos, segundo fontes médicas citadas pela ONG.

Gazauiya é um centro de reunião de comerciantes e vendedores que chegam com caminhões para transportar mercadorias ao norte de Aleppo e outras áreas.

O Observatório não descartou a possibilidade de que aumente o número de vítimas fatais devido à gravidade de vários feridos.

Até agora são desconhecidas as causas da explosão na região, que está sob o controle de milícias curdas, e próxima a áreas de população árabe, controladas por facções rebeldes e islamitas.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas