Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia adverte exército sírio contra entrada em Manbij

O comunicado foi divulgado poucos dias depois de pelo menos quatro soldados americanos terem sido mortos em um atentado suicida na cidade de Manbij, no norte da Síria, cuja responsabilidade foi assumida pelo Daesh (grupo terrorista proibido em Rússia e em vários outros países).
Sputnik

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores turco, Hami Aksoy, alertou as Forças Armadas do governo sírio para que não tentassem entrar na cidade de Manbij, localizada no norte da Síria.


"Às Unidades de Proteção Popular curdas na Síria (YPG) não deveria ser permitido deixar que as forças do regime [do presidente sírio Bashar Assad] entrem em Manbij", disse Aksoy em uma entrevista coletiva na sexta-feira (18). Ele também destacou que "a retirada das tropas norte-americanas da Síria não deveria ajudar os terroristas das YPG e do Partido de União Democrática curdo (PYD)".

As declarações foram feitas depois que nesta quarta-feira (16) na cidade síria de Manbij ocorreu uma explosão em u…

Explosão em Aleppo mata ao menos 12 civis e deixa cerca de 50 feridos

Ataque ocorreu em região de comerciantes controlada por milícias curdas.
ONG não descarta aumento de vítimas fatais devido à gravidade dos feridos.


EFE


Pelo menos 12 civis morreram neste domingo e cerca de 50 ficaram feridos por uma explosão de origem desconhecida na província setentrional síria de Aleppo, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos. 


Homem caminha ao lado de prédios destruídos no bairro controlado por rebeldes al-Sukkari em Aleppo, na Síria (Foto: Abdalrhman Ismail/Reuters)
Homem caminha ao lado de prédios destruídos no bairro controlado por rebeldes al-Sukkari em Aleppo, na Síria (Foto: Abdalrhman Ismail/Reuters)

O fato ocorreu na zona de
Gazauiya, localizada nos arredores da cidade de Afarin, no noroeste de Aleppo, e as vítimas são em sua maioria comerciantes, vendedores, motoristas e cidadãos, segundo fontes médicas citadas pela ONG.

Gazauiya é um centro de reunião de comerciantes e vendedores que chegam com caminhões para transportar mercadorias ao norte de Aleppo e outras áreas.

O Observatório não descartou a possibilidade de que aumente o número de vítimas fatais devido à gravidade de vários feridos.

Até agora são desconhecidas as causas da explosão na região, que está sob o controle de milícias curdas, e próxima a áreas de população árabe, controladas por facções rebeldes e islamitas.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas