Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Explosão em Aleppo mata ao menos 12 civis e deixa cerca de 50 feridos

Ataque ocorreu em região de comerciantes controlada por milícias curdas.
ONG não descarta aumento de vítimas fatais devido à gravidade dos feridos.


EFE


Pelo menos 12 civis morreram neste domingo e cerca de 50 ficaram feridos por uma explosão de origem desconhecida na província setentrional síria de Aleppo, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos. 


Homem caminha ao lado de prédios destruídos no bairro controlado por rebeldes al-Sukkari em Aleppo, na Síria (Foto: Abdalrhman Ismail/Reuters)
Homem caminha ao lado de prédios destruídos no bairro controlado por rebeldes al-Sukkari em Aleppo, na Síria (Foto: Abdalrhman Ismail/Reuters)

O fato ocorreu na zona de
Gazauiya, localizada nos arredores da cidade de Afarin, no noroeste de Aleppo, e as vítimas são em sua maioria comerciantes, vendedores, motoristas e cidadãos, segundo fontes médicas citadas pela ONG.

Gazauiya é um centro de reunião de comerciantes e vendedores que chegam com caminhões para transportar mercadorias ao norte de Aleppo e outras áreas.

O Observatório não descartou a possibilidade de que aumente o número de vítimas fatais devido à gravidade de vários feridos.

Até agora são desconhecidas as causas da explosão na região, que está sob o controle de milícias curdas, e próxima a áreas de população árabe, controladas por facções rebeldes e islamitas.



Postar um comentário