Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Índia aprova acordo com Rússia para compra de tanques T-90

A comissão de compras do Ministério da Defesa da Índia aprovou um acordo com a Rússia para o fornecimento de 464 tanques T-90, informa a edição Times of India, citando fontes do departamento militar.


Sputnik


A reunião da comissão foi realizada na véspera. De acordo com o jornal, o lado indiano espera que o valor do contrato seja de cerca de dois bilhões de dólares, se trata de tanques do modelo T-90MS. Está planejado que na Índia seja organizada a montagem sob licença desses carros de combate. 


Tanque T-90 russo
T-90 russo © Sputnik/ Ramil Sitdikov

A aprovação pela Comissão de Compras da Defesa é uma etapa necessária dos contratos públicos, que não garante a conclusão da transação, mas permite iniciar negociações substanciais com o potencial fornecedor. 


A Comissão também aprovou uma série de outras transações, incluindo a compra de 83 caças Tejas Mark-1A de produção indiana, por aproximadamente 7 bilhões de dólares. Agora, apenas dois Tejas equipam a Força Aérea da Índia. É esperado que até 2018 seja formada a primeira esquadra de 20 desses aparelhos, outros 83 aviões de versão modernizada Mark-1A serão entregues em 2020-2026.

Além disso, foram aprovados planos para a compra de 598 drones indianos e 15 helicópteros de combate também de produção indiana. O valor total dos contratos é de 12 bilhões de dólares.

O fato de Nova Délhi estar interessada nos tanques T-90MS já tinha sido transmitido em 2015 pela corporação Uralvagonzavod à RIA Novosti. A Índia já tem no seu ativo tanques russos T-72 e T-90. 


O T-90MS é a mais recente versão do tanque T-90. O carro de combate usa os mesmos tipos de munições que usava o tanque T-90. Além disso, o municiamento inclui um projétil de fragmentação com explosão remota, que permite um combate mais eficaz contra a força humana do inimigo.

Postar um comentário