Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Índia 'vinga' morte de soldados na fronteira com Paquistão

Pelo menos quatro civis morreram e sete ficaram feridos devido a um grande ataque das forças indianas na linha divisória na Caxemira, informou na quarta-feira (23) o serviço de imprensa do exército paquistanês. 


Sputnik

Segundo a mídia indiana, o exército usou tanto morteiros, como armas leves fazendo fogo sobre as posições do exército paquistanês. 


Forças de segurança da Índia em Pampore, nos arredores de Srinagar, Caxemira
Militares indianos próximo a Caxemira © AP Photo/ Dar Yasin


Por sua vez, o serviço de imprensa do Paquistão afirma que foi alvejado um ônibus com civis. A edição Dawn cita a polícia que comunicou a morte de 9 pessoas e 11 feridos.

As relações entre a Índia e o Paquistão se deterioraram após setembro do ano passado, quando uma base do exército indiano foi atacada no estado de Jammu e Caxemira.

Nova Delhi acusou do ataque, que deixou 19 soldados indianos mortos, os terroristas que penetraram na Índia a partir do território controlado pelo Paquistão. Islamabad, entretanto, negou o envolvimento no incidente. 


Os exércitos da Índia e do Paquistão na Caxemira estão separados por uma linha de controle na qual se têm registrado incidentes quase diários nas últimas semanas.


Postar um comentário