Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Índia 'vinga' morte de soldados na fronteira com Paquistão

Pelo menos quatro civis morreram e sete ficaram feridos devido a um grande ataque das forças indianas na linha divisória na Caxemira, informou na quarta-feira (23) o serviço de imprensa do exército paquistanês. 


Sputnik

Segundo a mídia indiana, o exército usou tanto morteiros, como armas leves fazendo fogo sobre as posições do exército paquistanês. 


Forças de segurança da Índia em Pampore, nos arredores de Srinagar, Caxemira
Militares indianos próximo a Caxemira © AP Photo/ Dar Yasin


Por sua vez, o serviço de imprensa do Paquistão afirma que foi alvejado um ônibus com civis. A edição Dawn cita a polícia que comunicou a morte de 9 pessoas e 11 feridos.

As relações entre a Índia e o Paquistão se deterioraram após setembro do ano passado, quando uma base do exército indiano foi atacada no estado de Jammu e Caxemira.

Nova Delhi acusou do ataque, que deixou 19 soldados indianos mortos, os terroristas que penetraram na Índia a partir do território controlado pelo Paquistão. Islamabad, entretanto, negou o envolvimento no incidente. 


Os exércitos da Índia e do Paquistão na Caxemira estão separados por uma linha de controle na qual se têm registrado incidentes quase diários nas últimas semanas.


Postar um comentário