Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Instalação de bases iranianas no exterior seria '10 vezes mais eficaz que energia nuclear'

O Irã está considerando instalar bases navais na costa do Iêmen e Síria, que teria um grande efeito dissuasório ante seus potenciais inimigos, informa a agência de notícias iraniana Tasnim. 

Sputnik

"Um dia necessitaremos de bases navais na costa do Iêmen e Síria, e precisamos de infraestrutura necessária para elas no âmbito do direito marítimo internacional", disse o chefe do Estado Maior iraniano, general Mohammad Hossein Baqeri, durante reunião dos comandantes da Marinha, realizada neste sábado (26) em Teerã.

Navios de guerra da Marinha do Irã
Navios da Marinha do Irã © AP Photo/ Fars News Agency, Mahdi Marizad

O efeito dissuasório de possuir bases navais em países estrangeiros "poderia ser dez vezes mais eficaz do que a energia nuclear", disse Baqeri, salientando que potenciais inimigos devem ser proibidos de adentrar nos territórios iranianos, forçando seus navios de guerra a ficarem longe da costa da República Islâmica.

Ele acrescentou que Teerã necessita de frota no Oceano Índico, similar a que se encontra no Golfo de Omã. O general pediu que a Marinha melhorasse suas atividades de inteligência através do aprimoramento de tecnologias de satélite e ciberespaço, bem como de drones navais.
Postar um comentário