Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Instalação de bases iranianas no exterior seria '10 vezes mais eficaz que energia nuclear'

O Irã está considerando instalar bases navais na costa do Iêmen e Síria, que teria um grande efeito dissuasório ante seus potenciais inimigos, informa a agência de notícias iraniana Tasnim. 

Sputnik

"Um dia necessitaremos de bases navais na costa do Iêmen e Síria, e precisamos de infraestrutura necessária para elas no âmbito do direito marítimo internacional", disse o chefe do Estado Maior iraniano, general Mohammad Hossein Baqeri, durante reunião dos comandantes da Marinha, realizada neste sábado (26) em Teerã.

Navios de guerra da Marinha do Irã
Navios da Marinha do Irã © AP Photo/ Fars News Agency, Mahdi Marizad

O efeito dissuasório de possuir bases navais em países estrangeiros "poderia ser dez vezes mais eficaz do que a energia nuclear", disse Baqeri, salientando que potenciais inimigos devem ser proibidos de adentrar nos territórios iranianos, forçando seus navios de guerra a ficarem longe da costa da República Islâmica.

Ele acrescentou que Teerã necessita de frota no Oceano Índico, similar a que se encontra no Golfo de Omã. O general pediu que a Marinha melhorasse suas atividades de inteligência através do aprimoramento de tecnologias de satélite e ciberespaço, bem como de drones navais.
Postar um comentário