Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Morte made in Brazil: conflitos no Oriente Médio alavancam exportação de armamento do país

Uma missão árabe chegou ao Brasil interessada na compra de cargueiros KC-390 fabricados pela Embraer. A visita é resultado do esforço do Grupo Parlamentar Brasil-Arábia Saudita, criado no início deste mês, para aproximar os dois países no campo de defesa militar.
Sputnik

O KC-390 vai substituir os Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB), é o maior avião produzido na América e foi concebido como um jato militar de transporte, anunciado pela primeira vez na edição de 2007 da Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro. A produção do avião, com capacidade para 23 toneladas de carga, envolve parcerias com fornecedores de peças de Argentina, Portugal e República Tcheca. Com um custo unitário de US$ 85 milhões, o KC-390, em fase final de testes, tem recebido propostas de compra de vários países.



A compra do cargueiro, porém, é apenas um detalhe na exportação brasileira de armamentos não só para a Arábia Saudita, como também para vários países do Oriente Médio e do Norte d…

Japão promete responder à instalação de sistemas de mísseis russos nas Curilas

O Japão tomará as medidas cabíveis face à implantação de sistemas de mísseis russos nas ilhas de Iturup e Kunashir, declarou aos jornalistas o chanceler japonês Fumio Kishida.


Sputnik


Na terça-feira o jornal oficial da Frota do Pacífico da Rússia, Boevaya Vakhta, informou sobre a instalação de sistemas de mísseis costeiros Bal e Bastion nas Ilhas Curilas. 


Sistema de mísseis costeiros Bastion durante exercícios na região de Primorie, no Extremo Oriente da Rússia
Sistema de mísseis Bastion © Sputnik/ Vitaly Ankov

Segundo a fonte, os militares das divisões de mísseis estão se preparando para realizar exercícios de tiro. 


"Atribuímos a isso grande importância, depois de recebermos os detalhes vamos reagir da forma mais adequada", informa a agência Kyodo citando o chanceler. 

Os sistemas Bastion, com mísseis de cruzeiro Onix, e Bal, com mísseis de cruzeiro X-35, têm por objetivo garantir a defesa da costa marítima e são capazes de destruir vários tipos de navios. 

Em novembro, o sistema Bastion instalado na Síria foi usado pela primeira vez para atacar alvos terrestres dos terroristas.

Em agosto deste ano, o ministro da Defesa russo Sergei Shoigu anunciou que, em 2015, no Extremo Oriente da Rússia foi criado um sistema de defesa costeira – desde a costa sul da região de Primorie até o Ártico, medida necessária para proteger a navegação da Frota do Pacífico nas zonas marítimas do Extremo Oriente e do Norte e para aumentar a estabilidade militar das forças nucleares estratégicas.

Tóquio reclama a soberania das ilhas Iturup, Kunashir, Shikotan e Khabomai, referindo-se ao Tratado de Shimoda sobre comércio e fronteiras assinado em 1855. Moscou, por sua vez, considera que Ilhas Curilas do sul passaram a pertencer à União Soviética em resultado da Segunda Guerra Mundial e que a soberania da Rússia sobre esses territórios não pode ser contestada.



Postar um comentário