Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Lavrov: ‘a tática da Otan para conter a Rússia desestabiliza toda a Europa’

Moscou está preocupada com as medidas da OTAN para contenção da Rússia, já que estas podem desestabilizar a situação em todo o continente europeu, declarou nesta quarta-feira o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.


Sputnik


“Um motivo especial de preocupação são os esforços da OTAN para conter a Rússia, que poderiam desestabilizar todo o continente europeu”, alertou Lavrov. 


Soldados da Marinha do Reino Unido mostram métodos de combate durante exercícios da OTAN, em 16 de maio, 2007.
Militares do Reino Unido durante exercício militar da OTAN © AFP 2016/ CLAUS FISKER / SCANPIX DENMARK

Ele acrescentou que a Rússia “espera respostas concretas da OTAN” às iniciativas de Moscou para “retomar a cooperação”.


A OTAN liderada pelos EUA está reforçando seu potencial ofensivo nas fronteiras ocidentais da Rússia e Bielorrússia, fato este que obriga a Rússia a tomar medidas de resposta defensivas.


Postar um comentário