Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Militares britânicos consideram Armata o tanque mais revolucionário da geração

A inteligência militar britânica acredita que o tanque russo T-14 Armata é o resultado mais revolucionário em construção de tanques nos últimos 50 anos, escreve o jornal Sunday Telegraph, citando um documento interno do Ministério da Defesa do Reino Unido. 


Sputnik

"Sem exagero algum, o Armata representa o avanço qualitativo mais revolucionário na construção de tanques em meio século, e não é de admirar que ele tenha feito sensação", diz o documento, acrescentando que "em sua versão completa, o Armata justifica todos os gastos, sendo o tanque mais revolucionário da geração". 


Tanque de guerra T-14 Armata
T-14 Armata © Sputnik/ Aleksandr Vilf


Além disso, a inteligência militar britânica questiona por que o Governo do Reino Unido não tem planos para de criar nos próximos 20 anos um carro de combate que possa competir com o tanque russo e põe em dúvida a capacidade do país de fazer frente à ameaça que representa o Armata.

O Sunday Telegraph esclarece, no entanto, que não se trata de uma declaração oficial do Ministério da Defesa britânico.

Desenvolvido exclusivamente na Rússia, o T-14 Armata é pioneiro da terceira geração de carros de combate principais fabricados após a Segunda Guerra Mundial. 


O T-14 Armata é o único tanque de terceira geração construído após a guerra desenvolvido pela Rússia. A plataforma universal Armata permite produzir, além de tanques, veículos de combate de infantaria e transportes blindados pesados, veículos de apoio a tanques, de comando e controle e de reconhecimento.


Postar um comentário