Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Militares britânicos consideram Armata o tanque mais revolucionário da geração

A inteligência militar britânica acredita que o tanque russo T-14 Armata é o resultado mais revolucionário em construção de tanques nos últimos 50 anos, escreve o jornal Sunday Telegraph, citando um documento interno do Ministério da Defesa do Reino Unido. 


Sputnik

"Sem exagero algum, o Armata representa o avanço qualitativo mais revolucionário na construção de tanques em meio século, e não é de admirar que ele tenha feito sensação", diz o documento, acrescentando que "em sua versão completa, o Armata justifica todos os gastos, sendo o tanque mais revolucionário da geração". 


Tanque de guerra T-14 Armata
T-14 Armata © Sputnik/ Aleksandr Vilf


Além disso, a inteligência militar britânica questiona por que o Governo do Reino Unido não tem planos para de criar nos próximos 20 anos um carro de combate que possa competir com o tanque russo e põe em dúvida a capacidade do país de fazer frente à ameaça que representa o Armata.

O Sunday Telegraph esclarece, no entanto, que não se trata de uma declaração oficial do Ministério da Defesa britânico.

Desenvolvido exclusivamente na Rússia, o T-14 Armata é pioneiro da terceira geração de carros de combate principais fabricados após a Segunda Guerra Mundial. 


O T-14 Armata é o único tanque de terceira geração construído após a guerra desenvolvido pela Rússia. A plataforma universal Armata permite produzir, além de tanques, veículos de combate de infantaria e transportes blindados pesados, veículos de apoio a tanques, de comando e controle e de reconhecimento.


Postar um comentário