Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Militares iraquianos libertam dos terroristas o centro de televisão em Mossul

Militares iraquianos libertaram do grupo terrorista Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em muitos outros países) o edifício do centro de TV e Rádio governamental, localizado na zona oeste de Mossul, informa o canal de TV Alsumaria, citando fontes militares. 


Sputnik

Conforme foi informado pela mídia, o centro de TV situa-se no bairro de Kokjali.


Exército iraquiano nos arredores de Mossul
Tropas iraquianas em Mossul © Sputnik/ Hikmet Durgun

A agência Reuters afirma que a libertação do centro de TV é considerada a primeira grande perda para os terroristas do Daesh, desde o início da operação. O centro era considerado pelos terroristas como um importante ponto estratégico.

Anteriormente, foi informado pelo exército do país que suas subdivisões antiterroristas entraram no distrito de Karama, na zona oeste da cidade, libertando totalmente o bairro de Kokjali. 


Em 16 de outubro de 2016, as Forças Armadas do Iraque, juntamente com outros grupos armados, que incluem as formações curdas peshmerga, iniciaram a ofensiva contra Mossul, uma das duas "capitais" do grupo terrorista Daesh.


Postar um comentário