Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Militares turcos dizem ter atingido 71 alvos do Estado Islâmico na Síria

5 combatentes morreram, diz o exército. Outros 8 foram mortos pela coalizão.
Turquia faz a operação 'Escudo do Eufrates', para afastar o EI da fronteira.


Reuters

Militares turcos atingiram 71 alvos do Estado Islâmico na Síria nas últimas 24 horas, afirmou o exército do país neste sábado (5), intensificando os ataques contra o grupo terrorista, que se diz responsável pelo último ataque a bomba no sudeste da Turquia.


Pessoas caminham perto de prédios destruídos por uma explosão em Diyarbakir, na Turquia. O ataque com carro-bomba, ocorrido após a prisão de líderes curdos, deixou no mínimo oito mortos e 100 feridos (Foto: Ilyas Akengin/AFP)
Pessoas caminham perto de prédios destruídos por uma explosão em Diarbaquir (Foto: Ilyas Akengin/AFP)

Cinco combatentes do EI foram mortos nos ataques, assim como cinco rebeldes turcos e um soldado turco, segundo o exército. Comunicado da instituição diz que forças de coalização conduziram ataques aéreos que mataram outros oito militantes do grupo.

A Turquia está apoiando um grupo de sírios árabes e turcos no norte da Síria, em uma operação denominada "Escudo do Eufrates", para afastar o Estado Islâmico do sul de sua fronteira.

O grupo sunita assumiu a autoria de um ataque com um carro-bomba na cidade de Diarbaquir, a capital das zonas curdas da Turquia, que matou nove pessoas e deixou mais de 100 feridas. As autoridades turcas haviam atribuído o ataque ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).



Postar um comentário

Postagens mais visitadas