Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Ministro da Defesa britânico quer aumentar gastos militares da OTAN

O ministro da Defesa britânico Michael Fallon pretende apelar aos aliados na OTAN, no âmbito do encontro de segunda-feira (14) em Bruxelas, ao aumento de gastos com a defesa após as eleições presidenciais nos EUA, informou o jornal The Telegraph citando uma fonte no ministério. 


Sputnik

Uma fonte da edição especificou que a vitória do bilionário republicano Donald Trump pode "intensificar" as tentativas do Reino Unido para persuadir outros países da União Europeia a gastarem mais com a defesa.


O ministro da Defesa do Reino Unido, Michael Fallon, durante uma conferência na Cingapura
Michael Fallon, Ministro de Defesa da Inglaterra © AP Photo/ Wong Maye-E


"No passado os americanos tinham dito que iriam concordar e continuariam contribuindo mais do que os outros membros da OTAN. Se a nova administração disser que vocês devem suportar suas ideias contribuindo com dinheiro, isso fará pensar", disse.

A fonte ministerial também destacou que atualmente a Europa enfrenta maiores problemas de segurança por si mesma, até porque, segundo ela, há mais ameaças do que após o fim da Guerra Fria.

A inauguração de Trump está marcada para 20 de janeiro. Durante sua campanha eleitoral ele declarou que os Estados Unidos gastam com a OTAN mais do que os outros membros da Aliança e que, segundo ele, a situação deve mudar.



Postar um comentário