Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Novo navio letal norte-americano : ladra, mas não morde

O destroier de mísseis USS Zumwalt (DDG-1000) foi considerado como a arma mais potente e letal no arsenal do Pentágono, mas os custos crescentes fizeram com que a embarcação, com "os sistemas de armamentos mais sofisticados", não tenha munições para disparar, escreve o jornalista Mikhail Sheinkman. 


Sputnik

"O USS Zumwalt é o segundo maior navio norte-americano. Mas acontece que este navio de guerra só é letal quando está na superfície [da água]. Quanto às suas capacidades de combate, ninguém sabe quando será capaz de disparar. De todos os modos, os que desenvolveram este navio obviamente perderam o objetivo", considera Sheinkman.


Primeiro destróier da classe Zumwalt, o maior já construído para a Marinha dos EUA
USS Zumwalt DDG 1000 © AP Photo/ Robert F. Bukaty


As declarações do jornalista vêm na sequência das notícias de que a Marinha norte-americana decidiu se abster da compra de munições, especialmente projetadas para os canhões avançados de calibre 155 mm do USS Zumwalt, já que, explica, eram "demasiado caros".

Os projéteis LRLAP (Long Range Land Attack Projectile), fabricados somente para os referido sistema, de acordo com várias fontes, custarão cada um cerca de $800.000. Em outras palavras, os dois canhões de calibre 155 mm podem ser mantidos "apenas para nos vangloriarmos e mostrarmos a nossa 'grandeza'", diz o repórter.

O custo do navio é de 7.5 milhões de dólares, enquanto o preço total do programa atinge 22.5 milhões. Os custos crescentes das armas nos EUA poderiam ser a causa para a rejeição dos projéteis LRLAP, já que em 2001 havia sido calculado que o preço de uma unidade do projétil não iria ultrapassar os 50.000 dólares. Talvez isso também explique a razão por que o número planejado de navios desta classe foi reduzido de 32 para apenas três.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas