Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel concentra mais forças na fronteira com Faixa de Gaza e está pronto a agir

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) concentraram mais forças na fronteira com a Faixa de Gaza e estão prontas para usá-las se for necessário, comunica a assessoria da entidade militar.
Sputnik

A decisão foi tomada no decurso da reunião no Estado-Maior e é uma resposta aos combates de ontem (11), que causaram morte de um militar israelense e sete palestinos.


"As IDF aumentaram suas forças no Distrito Sul e estão dispostas, se for preciso, a agir com mais vigor", destaca o comunicado da entidade.

No decurso da operação militar que teve lugar no enclave palestino neste domingo (11) um tenente coronel de uma unidade especial israelense foi morto. Ao mesmo tempo, a parte palestina perdeu sete homens, inclusive um comandante militar. Após os confrontos, os palestinos lançaram 17 mísseis contra o sul de Israel, dois deles foram interceptados pelos sistemas de defesa antiaérea Iron Dome (Cúpula de Ferro).

Foi igualmente informado que, tendo em conta a situação, o prim…

Pentágono: libertação de Aleppo por forças de Assad não ajuda a combater Daesh

O Pentágono não acha que a libertação da cidade de Aleppo pelas tropas sírias contribua para o combate ao grupo terrorista Daesh, manifestou o representante oficial do Departamento de Defesa norte-americano, Peter Cook.


Sputnik


"Do nosso ponto de vista, tudo que fortalece o regime de [presidente sírio Bashar] Assad não desempenha um papel positivo nem nas tentativas de terminar a guerra síria, nem no estabelecimento da paz. De fato, é uma das razões para o Daesh ter emergido", sublinhou Cook durante uma das suas coletivas de imprensa. 


Resultado de imagem para peter cook pentagon spokesman
Peter Cook

O representante do Pentágono chamou a situação em Aleppo de tragédia e apelou "a todas as partes para que atinjam uma solução pacífica" da crise síria. Entretanto, Cook assinalou que os EUA "continuam dispostos a se focar na luta contra o Daesh". 


Na véspera foi comunicado que as tropas sírias tinham libertado os quarteirões leste de Aleppo. Centenas de militantes depuseram as armas e abandonaram a cidade, a maioria deles foi anistiada.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas