Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Pentágono: libertação de Aleppo por forças de Assad não ajuda a combater Daesh

O Pentágono não acha que a libertação da cidade de Aleppo pelas tropas sírias contribua para o combate ao grupo terrorista Daesh, manifestou o representante oficial do Departamento de Defesa norte-americano, Peter Cook.


Sputnik


"Do nosso ponto de vista, tudo que fortalece o regime de [presidente sírio Bashar] Assad não desempenha um papel positivo nem nas tentativas de terminar a guerra síria, nem no estabelecimento da paz. De fato, é uma das razões para o Daesh ter emergido", sublinhou Cook durante uma das suas coletivas de imprensa. 


Resultado de imagem para peter cook pentagon spokesman
Peter Cook

O representante do Pentágono chamou a situação em Aleppo de tragédia e apelou "a todas as partes para que atinjam uma solução pacífica" da crise síria. Entretanto, Cook assinalou que os EUA "continuam dispostos a se focar na luta contra o Daesh". 


Na véspera foi comunicado que as tropas sírias tinham libertado os quarteirões leste de Aleppo. Centenas de militantes depuseram as armas e abandonaram a cidade, a maioria deles foi anistiada.


Postar um comentário