Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

Preparativos para um novo conflito? EUA enviam mais tropas à Europa

Visando reforçar a sua presença no Leste Europeu e intimidar a Rússia, os EUA enviarão num futuro próximo à Europa cerca de 6 mil militares, tanques, veículos de infantaria, pesados obuseiros e helicópteros de guerra, segundo revela um comunicado publicado no site das Forças Armadas dos EUA. 


Sputnik

Além disso, a terceira divisão de combate da Brigada Blindada da Quarta Divisão de Infantaria dos EUA planeja enviar outros 4 mil soldados para a região em janeiro de 2017.


Militares dos EUA na Polônia
Militares dos EUA na Polônia © AFP 2016/ Artur Reszko


Já de acordo com a revista americana Stars and Stripes, os EUA também pretendem deslocar para o Leste Europeu mais da metade da décima Brigada de Aviação de Combate de Nova York, formada por 1.750 aviadores e 60 aeronaves, incluindo CH-47 Chinook e helicópteros de evacuação UH-60 Black Hawk.

Ambas as unidades serão enviadas no âmbito da operação da OTAN "Resolve", que visa a implantar tropas junto às fronteiras da Rússia para "tranquilizar os aliados da Europa Oriental" face à suposta "ameaça russa". 


Armada com veículos blindados e obuseiros M109, a terceira divisão de combate citada acima será a primeira unidade militar a ser implantada em esquema rotativo na Europa. Seu destino inicial será a Polônia. 

Em seguida, outras unidades começarão a ser enviadas para a região, incluindo dois batalhões de tanques M1 Abrams, sendo uma na Alemanha e outro na Estônia e na Letônia, e um batalhão de veículos de infantaria mecanizada M2 Bradley, que deverá operar na Romênia e na Bulgária.

Esses planos fazem parte da nova onda de expansão das forças dos EUA e de países membros da OTAN nos países bálticos e na Europa Oriental. Vale destacar que este ano a Aliança enviou quatro batalhões de mil soldados cada (EUA, Alemanha, Reino Unido e Canadá) para a região.

A Rússia já declarou em mais de uma ocasião que tomará medidas recíprocas para combater as ameaças à segurança de suas fronteiras ocidentais.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas