Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Regime de Obama poderá entrar para história como fundador da Frente al-Nusra?

O regime do presidente dos EUA, Barack Obama, poderá fazer parte da história como regime que criou mais um poderoso grupo terrorista – Frente al-Nusra (proibido na Rússia e em vários outros países). 


Sputnik

A declaração foi feita pelo chefe do Comitê de Assuntos Internacionais da Duma de Estado da Rússia (câmara baixa do parlamento russo), Leonid Slutsky.


Presidente dos EUA Barack Obama.
Barack Obama, presidente dos EUA © REUTERS/ Carlos Barria


"Infelizmente, como o regime de Reagan, criador do Al-Qaeda no Afeganistão, que apoiam os jihadistas, e o regime de Bush que fundou o Daesh (ambos os grupos terroristas são proibidos na Rússia), que destruíram o poder governamental neste país… da mesma forma, estou preocupado que o regime de Barack Obama entre para a história como fundador de mais um grupo terrorista poderoso – Frente al-Nusra", explicou Slutsky aos jornalistas.

O parlamentar russo acredita ter sido "estranho o pedido dos EUA à Rússia para não bombardear territórios onde se instalou a Frente al-Nusra", considerada um braço da Al-Qaeda. 


Na opinião de Slutsky, isso apenas indica que "a parte americana está protegendo a Frente al-Nusra" para depois usá-la na "queda do regime do presidente sírio, Bashar Assad".


Postar um comentário