Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Regime sírio diz ter conquistado maior bairro rebelde de Aleppo

Com apoio dos aliados, tropas retomaram o setor de Massaken Hanano


France Presse

O exército sírio conquistou neste sábado o bairro do setor rebelde em Aleppo, no norte do país, informaram veículos oficiais.


Governo retomou bairro ocupado por rebeldes | Foto: George Ourfalian / AFP / CP
Governo retomou bairro ocupado por rebeldes | Foto: George Ourfalian / AFP / CP

A TV pública indicou que as forças armadas tinham "tomado o controle total do setor de Massaken Hanano", enquanto a agência de notícias oficial, Sana, reportou que operações de retirada de minas estavam em andamento. Também foi reportado que as tropas comandadas por Assad, com o apoio dos aliados, "inflaram pesadas perdas de pessoal e equipamentos nos terroristas que estavam nesssas áreas".

As unidades de engenharia do exército desmantelaram minas e dispositivos explosivos que os terroristas plantaram anteriormente nas praças e ruas do bairro. Mais tarde, uma fonte militar disse que as unidades do exército destruíram 8 veículos junto com os terroristas do autoproclamado Estado Islâmico, a bordo nas aldeias de al-Majboura e al-Qutbiya, na zona oriental de Aleppo. Pelo menos onze civis morreram.

Segundo o diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahmane, "as forças do regime controlam 80% de Massaken Hanano e os 20% restantes ao alcance de disparos". Agora, restam "algumas poucas centenas de metros às forças do regime para cortar o setor rebelde em dois", o que isolaria o norte do sul.

Por causa dos violentos combates e dos ataques contra Massaken Hanano, dezenas de famílias que vivem nos bairros vizinhos de Sakhur e Haydariyé fugiram para o sul da parte rebelde da cidade, porque essa região também sentiu o impacto de projéteis, assim como outras zonas do leste de Aleppo. No total, 212 civis, entre os quais 27 crianças, morreram desde o início da ofensiva do regime no leste da cidade, no dia 15 de novembro.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas