Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

VÍDEO mostra fragata norueguesa afundando, tendo colidido após manobras da OTAN

A mídia divulgou novos vídeo e fotos da fragata norueguesa KMN Helge Ingstad, que colidiu com o navio petroleiro Sola TS junto à costa norueguesa em circunstâncias desconhecidas ao regressar das manobras da OTAN.
Sputnik

A fragata ficou com um grande rombo a estibordo atravessando a linha de água, sete marinheiros ficaram feridos. A tripulação abandonou o navio acidentado, que depois foi rebocado para águas menos profundas para evitar seu afundamento total.


Uns dias após o acidente (8), a fragata continua parcialmente acima da superfície da água, mas está completamente assente no fundo. Mais de 10 toneladas de combustível para helicópteros vazou para o mar.

Até o momento, não há nenhumas informações sobre o estado do armamento a bordo, incluindo mísseis de cruzeiro e antiaéreos, torpedos e artilharia.

O petroleiro Sola TS, por sua parte, não sofreu nenhum dano durante a colisão.

As razões do incidente estão sendo investigadas. Entre as possíveis causas estão a navegação da fragata em reg…

Regime sírio diz ter conquistado maior bairro rebelde de Aleppo

Com apoio dos aliados, tropas retomaram o setor de Massaken Hanano


France Presse

O exército sírio conquistou neste sábado o bairro do setor rebelde em Aleppo, no norte do país, informaram veículos oficiais.


Governo retomou bairro ocupado por rebeldes | Foto: George Ourfalian / AFP / CP
Governo retomou bairro ocupado por rebeldes | Foto: George Ourfalian / AFP / CP

A TV pública indicou que as forças armadas tinham "tomado o controle total do setor de Massaken Hanano", enquanto a agência de notícias oficial, Sana, reportou que operações de retirada de minas estavam em andamento. Também foi reportado que as tropas comandadas por Assad, com o apoio dos aliados, "inflaram pesadas perdas de pessoal e equipamentos nos terroristas que estavam nesssas áreas".

As unidades de engenharia do exército desmantelaram minas e dispositivos explosivos que os terroristas plantaram anteriormente nas praças e ruas do bairro. Mais tarde, uma fonte militar disse que as unidades do exército destruíram 8 veículos junto com os terroristas do autoproclamado Estado Islâmico, a bordo nas aldeias de al-Majboura e al-Qutbiya, na zona oriental de Aleppo. Pelo menos onze civis morreram.

Segundo o diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahmane, "as forças do regime controlam 80% de Massaken Hanano e os 20% restantes ao alcance de disparos". Agora, restam "algumas poucas centenas de metros às forças do regime para cortar o setor rebelde em dois", o que isolaria o norte do sul.

Por causa dos violentos combates e dos ataques contra Massaken Hanano, dezenas de famílias que vivem nos bairros vizinhos de Sakhur e Haydariyé fugiram para o sul da parte rebelde da cidade, porque essa região também sentiu o impacto de projéteis, assim como outras zonas do leste de Aleppo. No total, 212 civis, entre os quais 27 crianças, morreram desde o início da ofensiva do regime no leste da cidade, no dia 15 de novembro.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas