Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Rússia envia aviões com hospital de campanha, médicos e equipamentos à Síria

Ministério da Defesa da Rússia enviou a Aleppo aviões com médicos militares e um hospital móvel, informa o ministério russo.


Sputnik


"Aviões de transporte do Ministério da Defesa da Rússia levando a bordo uma unidade especial de médicos militares e um hospital móvel com equipamentos partiram à República Árabe da Síria", se diz no comunicado do ministério russo.


Médicos russos fazem consultas a residentes da cidade de Kaukab durante a distribuição de ajuda humanitária russa
Médicos russos fazem atendimento na Síria © Sputnik/ Maksim Blinov

Como foi informado, ao chegar à Síria os médicos militares russos vão ajudar a população civil e os refugiados na cidade de Aleppo. 


"O hospital móvel consiste de serviço de urgência, seção pediátrica, seção cirúrgica e reanimação, gabinete de raios x, laboratório de análises clínicas", adianta o comunicado. 

Se destaca que, tomando em conta as condições difíceis em Aleppo, a unidade de médicos é reforçada com profissionais obstetras e pediatras. O hospital têm todo o equipamento necessário.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas