Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vários mortos no confronto entres as forças de Maduro e rebeldes armados

Desfecho sangrento aconteceu durante a operação de captura de Óscar Pérez, que está entre os mortos.O piloto sobrevoou prédios do governo com um helicóptero roubado da polícia em junho do ano passado
Maolis Castro e Florantonia Singer | El País

Vários integrantes do grupo liderado pelo ex-policial Óscar Pérez morreram em um confronto com um coletivo – civis armados chavistas – e um comando da Força de Ações Especiais da Polícia Nacional, em que também morreram dois agentes e um militante chavista. Outros cinco membros do grupo foram presos em uma casa na região de El Junquito, no oeste de Caracas. 

O Governo venezuelano confirmou no início desta tarde que o próprio Pérez está entre os mortos. Seu nome se tornou conhecido em junho, quando roubou um helicóptero da polícia e sobrevoou a sede do Supremo Tribunal de Justiça e do Ministério do Interior. Nunca, em 18 anos de chavismo, ocorreu algo parecido na Venezuela.


O ex-inspetor do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalística…

Shoigu: Pentágono não deve confundir 'ordem mundial' com 'ordem imposta pelos EUA'

O ministro da Defesa da Rússia, Serguei Shoigu, afirmou nesta segunda-feira (12) que o Pentágono não deve confundir "ordem mundial" com uma "ordem imposta pelos EUA".


Sputnik


"Quanto mais cedo os EUA perceberem que manutenção da ordem mundial não é uma prerrogativa do Pentágono, mais cedo serão resolvidos todos os conflitos, incluindo o da Síria", disse Shoigu. 


Ministro da Defesa russo Sergei Shoigu durante o Segundo festivalo da Sociedade geográfica russa
Ministro da Defesa da Rússia Sergei Shoigu © Sputnik/ Ramil Sitdikov

De acordo com ele, o apoio a uma ordem mundial pacífica é a responsabilidade de toda a comunidade internacional, não somente do Pentágono. 


Ao comentar as acusações do chefe do Pentágono, Ashton Carter, de que a Rússia estaria minando as fundações da ordem mundial, Shoigu afirmou que a Rússia sempre se colocou a favor da preservação de um mundo justo e multipolar, no interesse de todos os países. 

Anteriormente, Ashton Carter havia declarado que os EUA não buscam um inimigo na Rússia, mas que os "Estados Unidos vão proteger seus aliados, uma ordem mundial pacífica e um futuro positivo". 

Postar um comentário