Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China tira mais um 'trunfo' aos EUA criando catapultas eletromagnéticas para porta-aviões

A China desenvolveu sua própria catapulta eletromagnética para os porta-aviões, sendo que anteriormente os EUA eram o único país que usava esse tipo de equipamento. Fazendo isso, o país asiático tem como objetivo melhorar a capacidade de combate dos seus grupos aeronavais.
Sputnik

Engenheiros chineses testaram o protótipo da catapulta eletromagnética de fabricação nacional com aviões de combate J-15, afirmou o contra-almirante chinês Yin Zhuo à edição China Daily. O alto responsável militar especificou que os aviões efetuaram "milhares de decolagens" usando a catapulta.


As catapultas dos porta-aviões são utilizadas para dar um impulso extra à aeronave (o que não é necessário se a aeronave decola do chão), devido à pequena pista de aterrissagem dos porta-aviões. Anteriormente, esse impulso era produzido por vapor.

O dispositivo eletromagnético usa um cabo de aço que liga o avião à catapulta e o faz decolar. De acordo com a mídia, o uso da catapulta foi conseguido devido ao sucess…

Shoigu: Pentágono não deve confundir 'ordem mundial' com 'ordem imposta pelos EUA'

O ministro da Defesa da Rússia, Serguei Shoigu, afirmou nesta segunda-feira (12) que o Pentágono não deve confundir "ordem mundial" com uma "ordem imposta pelos EUA".


Sputnik


"Quanto mais cedo os EUA perceberem que manutenção da ordem mundial não é uma prerrogativa do Pentágono, mais cedo serão resolvidos todos os conflitos, incluindo o da Síria", disse Shoigu. 


Ministro da Defesa russo Sergei Shoigu durante o Segundo festivalo da Sociedade geográfica russa
Ministro da Defesa da Rússia Sergei Shoigu © Sputnik/ Ramil Sitdikov

De acordo com ele, o apoio a uma ordem mundial pacífica é a responsabilidade de toda a comunidade internacional, não somente do Pentágono. 


Ao comentar as acusações do chefe do Pentágono, Ashton Carter, de que a Rússia estaria minando as fundações da ordem mundial, Shoigu afirmou que a Rússia sempre se colocou a favor da preservação de um mundo justo e multipolar, no interesse de todos os países. 

Anteriormente, Ashton Carter havia declarado que os EUA não buscam um inimigo na Rússia, mas que os "Estados Unidos vão proteger seus aliados, uma ordem mundial pacífica e um futuro positivo". 

Postar um comentário