Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Shoigu: Pentágono não deve confundir 'ordem mundial' com 'ordem imposta pelos EUA'

O ministro da Defesa da Rússia, Serguei Shoigu, afirmou nesta segunda-feira (12) que o Pentágono não deve confundir "ordem mundial" com uma "ordem imposta pelos EUA".


Sputnik


"Quanto mais cedo os EUA perceberem que manutenção da ordem mundial não é uma prerrogativa do Pentágono, mais cedo serão resolvidos todos os conflitos, incluindo o da Síria", disse Shoigu. 


Ministro da Defesa russo Sergei Shoigu durante o Segundo festivalo da Sociedade geográfica russa
Ministro da Defesa da Rússia Sergei Shoigu © Sputnik/ Ramil Sitdikov

De acordo com ele, o apoio a uma ordem mundial pacífica é a responsabilidade de toda a comunidade internacional, não somente do Pentágono. 


Ao comentar as acusações do chefe do Pentágono, Ashton Carter, de que a Rússia estaria minando as fundações da ordem mundial, Shoigu afirmou que a Rússia sempre se colocou a favor da preservação de um mundo justo e multipolar, no interesse de todos os países. 

Anteriormente, Ashton Carter havia declarado que os EUA não buscam um inimigo na Rússia, mas que os "Estados Unidos vão proteger seus aliados, uma ordem mundial pacífica e um futuro positivo". 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas