Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

Submarino nuclear avançado entra no serviço da Marinha dos EUA

O submarino nuclear avançado USS Illinois dos EUA entrou oficialmente ao serviço da Marinha norte-americana. Da cerimônia de entrega participou a primeira-dama dos EUA, Michelle Obama. 

Sputnik

"Sinto-me orgulhosa porque fazer parte deste evento", disse ela, falando em um estaleiro militar em Groton, no estado de Connecticut. 
USS Illinois da Marinha dos EUA, ceremônia de lançamento, Groton, Connecticut. 29 de outubro de 2016
USS Illinois © REUTERS/ MICHELLE MCLOUGHLIN
A esposa do presidente dos EUA chefiou a cerimônia de entrega do submarino ao serviço da Marinha. A cerimônia foi transmitida no site do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

USS Illinois foi construído pela empresa Dynamics Electric Boat e custou 2,7 bilhões de dólares.

O comandante do submarino, Jess Porter, descreveu o USS Illinois como uma "arma furtiva" que pode exercer pressão sobre os adversários de maneira a tornar os EUA mais seguros.

Postar um comentário