Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Terroristas planejavam atentados em lugares públicos de Moscou e São Petersburgo

A Agência Federal de Segurança da Rússia (FSB) informou neste sábado (12) que vários membros de grupos terroristas estavam planejando ataques em lugares públicos da capital russa Moscou e na cidade de São Petersburgo. 


Sputnik

Segundo a informação divulgada pelo FSB, os terroristas tinham planos de usar fuzis e explosivos durante os ataques. 


Foto de arquivo: funcionário do FSB durante uma detenção
FSB da Rússia

O comunicado destaca que foram detidos dez membros de um grupo criminoso que estavam preparando os ataques. Os detidos tinham bombas artesanais, armas e aparelhos de comunicação. 

"Como resultado da realização de operações de busca e investigação em Moscou e São Petersburgo, em 12 de novembro foram detidos 10 terroristas", diz o comunicado. 

Os suspeitos da preparação de atentados estão neste momento prestando declarações sobre seus contatos com chefes do grupo terrorista Daesh, proibido na Rússia. 

O FSB informou também que os detidos já confessaram quais eram seus alvos e quem são seus cúmplices na Rússia e no estrangeiro.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas