Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Todos os ataques aéreos russos na Síria 'são direcionados, proporcionados, verificados'

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia sublinhou que Moscou na Síria só conduz ataques aéreos localizados. 


Sputnik

A Rússia e os EUA não interromperam os contatos militares, que continuam em Genebra, disse o vice-chanceler russo Sergei Ryabkov nesta quarta-feira. 


Show Internacional de Aviação MAKS 2015
Sukhoi Su-34 © Sputnik/ Maksim Blinov


"No que se refere aos americanos, o trabalho continua não só através dos adidos militares em Moscou, mas também de forma direta. Os contatos militares não foram interrompidos, eles continuam, inclusive em Genebra, onde as delegações militares estão trabalhando", disse Ryabkov.

Questionado sobre se os nove membros do assim chamado formato de Lausana (Estados Unidos, o enviado da ONU e os países regionais), foram informados da retomada dos ataques aéreos na Síria, o diplomata russo contestou a caracterização destes últimos como "maciços".

"Todos os nossos ataques aéreos na Síria são direcionados, proporcionados, verificados. Colocar rótulos é a prática daqueles que, politicamente e de outras formas, se opõem à Rússia", enfatizou Ryabkov.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas