Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Todos os ataques aéreos russos na Síria 'são direcionados, proporcionados, verificados'

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia sublinhou que Moscou na Síria só conduz ataques aéreos localizados. 


Sputnik

A Rússia e os EUA não interromperam os contatos militares, que continuam em Genebra, disse o vice-chanceler russo Sergei Ryabkov nesta quarta-feira. 


Show Internacional de Aviação MAKS 2015
Sukhoi Su-34 © Sputnik/ Maksim Blinov


"No que se refere aos americanos, o trabalho continua não só através dos adidos militares em Moscou, mas também de forma direta. Os contatos militares não foram interrompidos, eles continuam, inclusive em Genebra, onde as delegações militares estão trabalhando", disse Ryabkov.

Questionado sobre se os nove membros do assim chamado formato de Lausana (Estados Unidos, o enviado da ONU e os países regionais), foram informados da retomada dos ataques aéreos na Síria, o diplomata russo contestou a caracterização destes últimos como "maciços".

"Todos os nossos ataques aéreos na Síria são direcionados, proporcionados, verificados. Colocar rótulos é a prática daqueles que, politicamente e de outras formas, se opõem à Rússia", enfatizou Ryabkov.


Postar um comentário