Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Todos os ataques aéreos russos na Síria 'são direcionados, proporcionados, verificados'

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia sublinhou que Moscou na Síria só conduz ataques aéreos localizados. 


Sputnik

A Rússia e os EUA não interromperam os contatos militares, que continuam em Genebra, disse o vice-chanceler russo Sergei Ryabkov nesta quarta-feira. 


Show Internacional de Aviação MAKS 2015
Sukhoi Su-34 © Sputnik/ Maksim Blinov


"No que se refere aos americanos, o trabalho continua não só através dos adidos militares em Moscou, mas também de forma direta. Os contatos militares não foram interrompidos, eles continuam, inclusive em Genebra, onde as delegações militares estão trabalhando", disse Ryabkov.

Questionado sobre se os nove membros do assim chamado formato de Lausana (Estados Unidos, o enviado da ONU e os países regionais), foram informados da retomada dos ataques aéreos na Síria, o diplomata russo contestou a caracterização destes últimos como "maciços".

"Todos os nossos ataques aéreos na Síria são direcionados, proporcionados, verificados. Colocar rótulos é a prática daqueles que, politicamente e de outras formas, se opõem à Rússia", enfatizou Ryabkov.


Postar um comentário