Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

Turquia está negociando com Rússia compra de S-400

A Turquia está negociando com Rússia a compra de sistemas de misseis antiaéreos de médio e longo alcance S-400, afirmou o ministro da Defesa da Turquia Fikri Isik. 


Sputnik

Anteriormente, o secretário de imprensa do presidente da Turquia, Ibrahim Kalin, afirmou que Moscou e Ancara vão discutir os detalhes da possível cooperação para criação do projeto nacional de sistemas antimísseis turcos. Esta questão foi discutida pelos líderes de ambos os países, Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan, em 10 de outubro em Istambul. 


C-400 Triumph mísseis defendam o espaço aéreo de Moscou e do região central da Rússia
S-400 © Sputnik/ Artem Zhitenev

"O desenvolvimento do sistema antimíssil continua. Estamos negociando sobre os S-400 não só com Rússia, mas também com outros países que têm sistemas idênticos. Neste momento a posição da Rússia em relação a esta questão é positiva. Esperamos que a atitude dos países membros da OTAN à questão seja séria e que o nosso sistema corresponda às exigências da Aliança Atlântica. Mas nós não rejeitamos a proposta da Rússia e estamos a desenvolvendo-a ativamente. O nosso objetivo final é construir esses sistemas no nosso próprio país", disse Isik em transmissão do canal da Televisão NTV.

Pela primeira vez, a Turquia mostrou interesse pelos sistemas antimísseis S-400 ainda em 2009. No entanto, naquele tempo a cooperação foi suspensa.

Em finais de 2015, Ancara afirmou que tencionava comprar sistemas de mísseis antiaéreos SAMP-T franco-italianos que são uma alternativa aos S-400, mas a compra não foi feita. 


O S-400 é um sistema de misseis antiaéreos de médio e longo alcance que foi adotado em 2007. Os sistemas se destinam à destruição de todos os meios de ataques aeroespaciais atuais e em desenvolvimento.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas