Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

Caças da OTAN continuam voos de treino sobre a Estônia

Caças Eurofighter Typhoon da Força Aérea da Alemanha, responsáveis pela proteção do espaço aéreo dos países bálticos e estacionados na base aérea em Amari, perto de Tallin, vão fazer voos diários de treinamento de segunda a sexta-feira em altitudes baixas sobre o território da Estônia, informou o quartel-general das Forças Armadas do país.


Sputnik

"Os caças Eurofighter Typhoon da Força Aérea alemã vão realizar os voos nos dias úteis da semana, a uma altitude mínima de 152 metros e longe dos povoados. Os voos terão lugar na primeira metade do dia", diz o comunicado.

A cúpula da OTAN em Varsóvia
Caças Typhoon alemães e F-16 polonês © Sputnik/ Aleksei Vitvitsky
Tais voos são realizados regularmente por caças dos países da OTAN em missões nos países do Báltico. As tripulações da Força Aérea alemã, em quatro caças Eurofighter Typhoon, iniciaram estas missões em 31 de agosto, tendo substituído um contingente semelhante da Força Aérea da Grã-Bretanha. Ultimamente, os voos de treino sobre a Estônia são realizados semanalmente.

Os voos são realizados na base de acordos entre os países da OTAN em áreas especialmente designadas. Essas zonas para voos de baixa altitude foram aprovadas por todos os governos dos países bálticos.

Os países bálticos não têm aeronaves adequadas para patrulha aérea. Assim, desde abril de 2004 (após a sua entrada à OTAN) a proteção do espaço aéreo é realizada em regime de rotação por aviões dos países da OTAN, que possuem uma base na Lituânia, no aeroporto de Zokniai, a cinco quilômetros de Siauliai. A base aérea de Amari tornou-se desde 2014 uma plataforma adicional para a implantação de aeronaves da OTAN. Na cúpula da Aliança em Chicago em 2012, a missão foi prorrogada por um período indeterminado.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas