Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Cidade Al-Tal na região de Damasco passa para controle do exército sírio

O exército do governo sírio está controlando totalmente a cidade de Al-Tal, na província de Damasco, em que antes da guerra moravam mais de 60 mil pessoas. 


Sputnik

Mais de 500 terroristas do grupo Frente al-Nusra e mais de 1.500 membros das suas famílias foram transportados da cidade de Al-Tal para a cidade de Idlib, informou o Centro para a Reconciliação na Síria russo. 


Soldados do exército sírio em seus caminhões militares gritando lemas em apoio ao presidente sírio Bashar Assad, entrando em uma aldeia perto da cidade de Jisr al-Shughour, ao norte de Damasco, Síria (Arquivo)
Exército sírio © AP Photo/


O Centro para a Reconciliação destacou que "antes de partirem, eles entregaram ao exército do governo todas as armas pesadas e mais de 200 armas ligeiras e munições".

As autoridades sírias cederam 44 ônibus para a sua partida.

No total, durante a última semana mais de 2,5 mil rebeldes foram anistiados em várias regiões. Os rebeldes aproveitaram a anistia declarada pelo presidente sírio Bashar Assad, cessaram a resistência e durante as negociações proclamaram seu desejo de partir com as famílias para Idlib. 


Anteriormente, em 1° de dezembro, a cidade de Khan al-Shih, localizada no subúrbio de Damasco, e mais 13 povoados ao seu redor estão sob total controle das autoridades sírias.

Postar um comentário