Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Coalizão, liderada pelos EUA, bombardeou hospital do Daesh em Mossul

A coalizão internacional, liderada pelos EUA, realizou um ataque aéreo contra o hospital Al-Salem, na parte oriental de Mossul, que estava sendo usado como base de terroristas do grupo Daesh, informou na noite desta quarta-feira o comando da coalizão.


Sputnik


Segundo a informação do comando, alguns prédios do hospital foram ocupados na terça-feira pelas forças de segurança do Iraque, que repeliram alguns contra-ataques dos jihadistas. Na quarta-feira, o inimigo continuou a ofensiva, com uso de metralhadoras pesadas e lançadores de granadas. Desse modo, os militares iraquianos decidiram solicitar apoio aéreo da coalizão. 


Fumaça na cidade de Mossul, Iraque (foto de arquivo)
Mossul, Iraque © REUTERS/ Air Jalal

“Com objetivo de apoiar as forças de segurança do Iraque, a força aérea da coalizão realizou ataque pontual, cujo alvo eram os combatentes inimigos, que estavam atacando as tropas iraquianas”, informou o comunicado à imprensa. 


O documento não apontou o local exato do ataque, mas o título do comunicado é: “Coalizão realiza ataque aéreo ao hospital em Mossul”. 

O número de mortos e de feridos não foi revelado.

Postar um comentário