Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Coalizão, liderada pelos EUA, bombardeou hospital do Daesh em Mossul

A coalizão internacional, liderada pelos EUA, realizou um ataque aéreo contra o hospital Al-Salem, na parte oriental de Mossul, que estava sendo usado como base de terroristas do grupo Daesh, informou na noite desta quarta-feira o comando da coalizão.


Sputnik


Segundo a informação do comando, alguns prédios do hospital foram ocupados na terça-feira pelas forças de segurança do Iraque, que repeliram alguns contra-ataques dos jihadistas. Na quarta-feira, o inimigo continuou a ofensiva, com uso de metralhadoras pesadas e lançadores de granadas. Desse modo, os militares iraquianos decidiram solicitar apoio aéreo da coalizão. 


Fumaça na cidade de Mossul, Iraque (foto de arquivo)
Mossul, Iraque © REUTERS/ Air Jalal

“Com objetivo de apoiar as forças de segurança do Iraque, a força aérea da coalizão realizou ataque pontual, cujo alvo eram os combatentes inimigos, que estavam atacando as tropas iraquianas”, informou o comunicado à imprensa. 


O documento não apontou o local exato do ataque, mas o título do comunicado é: “Coalizão realiza ataque aéreo ao hospital em Mossul”. 

O número de mortos e de feridos não foi revelado.

Postar um comentário