Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Coreia do Sul equipa caças F-16 com bombas e mísseis superpotentes

A Coreia do Sul estará equipando os seus caças F-16 com bombas e mísseis capazes de alcançar alvos terrestres na Coreia do Norte e derrubar caças adversários à distância de 50 – 180 quilômetros.


Sputnik

Segundo a agência de notícias Yonhap, o caça F-16 irá ser equipado com Munições de Ataque Direto Conjunto, (Joint Direct Attack Munition — GBU-31JDAM,) de fabrico norte-americano, bombas guiadas ar-terra, capazes de alcançar alvos terrestres na Coreia do Norte, e mísseis ar-ar de médio alcance AIM-120, que podem derrubar caças adversários à distância de 50 — 180 quilômetros.


Caças F-16 da Força Aérea da Coreia do Sul realizam voo de demonstração durante a Exibição Internacional Aeroespacial e da Defeca em Seul, no aeroporto militar de Seongnam, no sul de Seul, em 23 de outubro em 2009
Caças F-16 da Coreia do Sul © AFP 2016/ KIM JAE-HWAN

O projeto do F-16 (Peace Bridge Upgrade — PBU) foi criado em 2009, quando as autoridades da Coreia do Sul assinaram um acordo com a empresa aeroespacial estadunidense Lockheed Martin para modernizar os seus caças. No total, 30 caças teriam sido modernizados desde outubro de 2013.

Em 12 de dezembro, a Coreia do Norte ameaçou lançar um ataque aéreo contra Seul após os exercícios militares anuais da Coreia do Sul e dos EUA, que se prorrogaram até 3 de dezembro no meio da escalada de tensão na Península Coreana.




Postar um comentário