Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Coreia do Sul equipa caças F-16 com bombas e mísseis superpotentes

A Coreia do Sul estará equipando os seus caças F-16 com bombas e mísseis capazes de alcançar alvos terrestres na Coreia do Norte e derrubar caças adversários à distância de 50 – 180 quilômetros.


Sputnik

Segundo a agência de notícias Yonhap, o caça F-16 irá ser equipado com Munições de Ataque Direto Conjunto, (Joint Direct Attack Munition — GBU-31JDAM,) de fabrico norte-americano, bombas guiadas ar-terra, capazes de alcançar alvos terrestres na Coreia do Norte, e mísseis ar-ar de médio alcance AIM-120, que podem derrubar caças adversários à distância de 50 — 180 quilômetros.


Caças F-16 da Força Aérea da Coreia do Sul realizam voo de demonstração durante a Exibição Internacional Aeroespacial e da Defeca em Seul, no aeroporto militar de Seongnam, no sul de Seul, em 23 de outubro em 2009
Caças F-16 da Coreia do Sul © AFP 2016/ KIM JAE-HWAN

O projeto do F-16 (Peace Bridge Upgrade — PBU) foi criado em 2009, quando as autoridades da Coreia do Sul assinaram um acordo com a empresa aeroespacial estadunidense Lockheed Martin para modernizar os seus caças. No total, 30 caças teriam sido modernizados desde outubro de 2013.

Em 12 de dezembro, a Coreia do Norte ameaçou lançar um ataque aéreo contra Seul após os exercícios militares anuais da Coreia do Sul e dos EUA, que se prorrogaram até 3 de dezembro no meio da escalada de tensão na Península Coreana.




Postar um comentário