Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Exército do Iraque não confirma informações sobre ataque dos EUA em Mossul

O exército do Iraque não confirmou a informação sobre o ataque aéreo da aviação dos EUA em Mossul, onde se realizam as operações contra o Daesh (organização terrorista, proibida na Rússia), se diz no comunicado a que RIA Novosti teve acesso.


Sputnik


Anteriormente, várias mídias do Iraque e de outros países árabes divulgaram a informação de que a Força Aérea dos EUA teria alvejado por engano uma divisão das tropas governamentais iraquianas, provocando a morte de 90 militares iraquianos e 100 feridos. 


As forças iraquianas fazem o primeiro avanço dentro da cidade de Mossul na terceira semana de ofensiva
Tropas iraquianas em direção a Mossul © REUTERS/ Stringer

"Não há nenhumas indicações de que a coalizão tenha cometido algum erro no âmbito da operação na província de Ninawa" se diz no comunicado. 


Os militares iraquianos apelaram também aos jornalistas que usem informações fidedignas. 

Para além disso, no comunicado também foi destacado que a coalizão "ajudou muito às operações" e continua prestando apoio. 

Em 17 de outubro de 2016, as Forças Armadas do Iraque, juntamente com outros grupos armados, que incluem as formações curdas peshmerga, iniciaram a ofensiva contra Mossul, uma das duas "capitais" do grupo terrorista Daesh.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas