Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: presidente ucraniano mata sua indústria ao introduzir novas sanções contra Rússia

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, assinou um decreto sobre as sanções contra a Rússia adotadas pelo Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia. O especialista Eduard Popov falou com a Sputnik e indicou qual o principal objetivo perseguido pelo governo ucraniano com tal iniciativa.
Sputnik

Em 2 de maio, o Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia ampliou as medidas restritivas em relação a diversas pessoas físicas e jurídicas russas, bem como prolongou a vigência das sanções introduzidas anteriormente.

Segundo informou a assessoria de imprensa da entidade, as sanções são aplicadas a pessoas "relacionadas com a agressão no ciberespaço e no campo informacional" contra a Ucrânia, "ações criminosas" contra os cidadãos ucranianos detidos na Rússia, bem como aos deputados da Duma de Estado e do Conselho da Federação da Rússia.

O diretor do Centro de Cooperação Pública e Informativa "Europa", Eduardo Popov, disse ao serviço russo da Rádio Sp…

Levantamento das restrições ao fornecimento de armas agravará situação na Síria

O levantamento pelos EUA das restrições formais ao fornecimento de armas, munições e equipamento militar para os aliados ocidentais na luta com o terrorismo na Síria visa provocar uma nova escalada da tensão neste país, disse o vice-chefe do Comitê de Defesa da Duma de Estado, Yury Shvytkin. 


Sputnik

De acordo com o serviço de Imprensa da Casa Branca, o presidente dos EUA, Barack Obama, na quinta-feira (8) levantou as restrições formais ao fornecimento de armas, munições e equipamento militar para os aliados dos EUA envolvidos na luta contra o terrorismo na Síria. 


Cidade de Khan al-Shih veio sob o controle completo das autoridades sírias
Armamento apreendido com terroristas na Síria | Serviço de imprensa do Ministério de Defesa russo


"Eu acho que isto é um passo com um determinado objetivo, a criação de uma escapatória legal para armar a oposição moderada. E, claro, sob o pretexto do armamento da oposição moderada na luta contra o Daesh, também indiretamente o armamento dos terroristas", disse o deputado a RIA Novosti nesta sexta-feira (9).

De acordo com ele, há numerosos casos em que, sob o pretexto de a oposição moderada estar lutando contra o terrorismo, "na verdade, acontece exatamente ao contrário e o resultado disso é o recente ataque de morteiro contra o nosso hospital militar."

"Claro que este passo provoca perplexidade, e claramente, ele visa provocar, do meu ponto de vista, uma nova escalada da tensão na luta contra o terrorismo na República da Síria", acrescentou Shvytkin.


Postar um comentário