Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Mais 8,5 mil civis deixaram bairros controlados por terroristas em Aleppo

Cerca de 8,5 mil pessoas, entre elas 2,9 mil crianças, conseguiram deixar os bairros controlados por terroristas em Aleppo nas últimas 24 horas, com auxílio de militares russos, informou nesta sexta-feira o Centro para a Reconciliação na Síria russo.


Sputnik


“Somente nas últimas 24 horas, 8 mil e 461 civis, entre estes 2 mil e 934 crianças, deixaram os bairros controlados por militantes terroristas em Aleppo, com auxílio do Centro para a Reconciliação na Síria russo”, informou o comunicado da organização. 


Crianças no corredor humanitário na parte leste de Aleppo, na Síria
Crianças no corredor humanitário em Aleppo, Síria © Sputnik/ Mikhael Alaeddin

O centro russo continua ajudando os moradores locais que tentam fugir dos bairros orientais de Aleppo, controlados por terroristas, destaca o informe. Além disso, 14 jihadistas depuseram as armas, se transferiram para Aleppo ocidental e foram anistiados. 


O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, informou na noite desta quinta-feira que as atividades do exército sírio na Aleppo oriental foram temporariamente suspensas para a realização da operação de retirada de civis. 

Durante as últimas três semanas, as tropas sírias e milícias populares liberaram mais de 80% da Aleppo oriental, ocupada por terroristas desde 2012. No sábado, as tropas do governo romperam a defesa dos jihadistas no centro histórico da cidade, obrigando os terroristas a recuar para os bairros do sul. Agora esta é a última zona de resistência dos jihadistas. Segundo Damasco, agora os radicais controlam, no máximo, de 10 a 12 quilômetros quadrados da Aleppo oriental.


Postar um comentário