Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Mais de 6.400 pessoas evacuadas de Aleppo oriental em 24 horas

Mais de 6 mil pessoas, incluindo militantes, deixaram Aleppo oriental nas primeiras 24 horas da operação de evacuação, disse o Centro russo para a Reconciliação na Síria na sexta-feira (16). 


Sputnik

"Nas primeiras 24 horas da operação, o Centro retirou nove colunas de ônibus que transportaram 6.462 pessoas, incluindo mais de 3.000 militantes e 301 feridos", disse o centro em um comunicado. 


Sírios evacuados de Aleppo oriental chegam na região de Khan al-Aassal, controlada pela oposição, em 15 de dezembro de 2016, a primeira parada rumo aos campos temporários na periferia de Idlib.
Evacuação de civis em Aleppo, Síria © AFP 2016/ BARAA AL-HALABI

Além disso, o centro também afirmou que a retirada de militantes e respectivas famílias da parte leste de Aleppo para Idlib continua sob a supervisão de militares russo através de drones e câmaras web para impedir quaisquer provocações. Para garantir a segurança, foram criados postos especiais ao longo de toda a rota.

Ao longo dos últimos meses, Aleppo tornou-se um grande campo de batalha na Síria entre as forças governamentais e os militantes rebeldes. Na última terça-feira, o Centro Russo para a Reconciliação na Síria afirmou que o exército sírio obteve o controle de 98% do território de Aleppo.


Postar um comentário