Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Temos armas hipersônicas': Rússia dará resposta à saída dos EUA do Tratado INF, diz Putin

A Rússia não deixará a decisão dos Estados Unidos de retirar-se unilateralmente do tratado de armas nucleares sem resposta, garantiu o presidente russo Vladimir Putin, acrescentando que o país não precisa se unir a outra corrida armamentista.
Sputnik

Moscou ainda está pronta para continuar dialogando com Washington sobre o tratado bilateral que proíbe os mísseis de médio alcance, que se tornou uma das pedras angulares do desarmamento nuclear, disse o líder russo em uma reunião do governo em Sochi. Ainda assim, os EUA devem "tratar esta questão com total responsabilidade", disse o presidente, acrescentando que a decisão de Washington de retirar-se do acordo "não pode e não ficará sem resposta".


Estas não são ameaças vazias, advertiu Putin. Ele disse que a Rússia já havia advertido os EUA contra a saída do tratado ABM que regulamenta os sistemas de mísseis e avisou Washington sobre possíveis retaliações. "Agora, temos armas hipersônicas capazes de penetrar qualquer…

Mais de 6.400 pessoas evacuadas de Aleppo oriental em 24 horas

Mais de 6 mil pessoas, incluindo militantes, deixaram Aleppo oriental nas primeiras 24 horas da operação de evacuação, disse o Centro russo para a Reconciliação na Síria na sexta-feira (16). 


Sputnik

"Nas primeiras 24 horas da operação, o Centro retirou nove colunas de ônibus que transportaram 6.462 pessoas, incluindo mais de 3.000 militantes e 301 feridos", disse o centro em um comunicado. 


Sírios evacuados de Aleppo oriental chegam na região de Khan al-Aassal, controlada pela oposição, em 15 de dezembro de 2016, a primeira parada rumo aos campos temporários na periferia de Idlib.
Evacuação de civis em Aleppo, Síria © AFP 2016/ BARAA AL-HALABI

Além disso, o centro também afirmou que a retirada de militantes e respectivas famílias da parte leste de Aleppo para Idlib continua sob a supervisão de militares russo através de drones e câmaras web para impedir quaisquer provocações. Para garantir a segurança, foram criados postos especiais ao longo de toda a rota.

Ao longo dos últimos meses, Aleppo tornou-se um grande campo de batalha na Síria entre as forças governamentais e os militantes rebeldes. Na última terça-feira, o Centro Russo para a Reconciliação na Síria afirmou que o exército sírio obteve o controle de 98% do território de Aleppo.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas