Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Ministério da Defesa israelense suspende contatos com autoridades palestinas

O ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman, indicou aos seus subordinados para que suspendam toda a cooperação com as autoridades palestinas, à exceção na área de segurança, comunicou uma fonte militar aos jornalistas. 


Sputnik

Tal decisão, que pode virar um obstáculo para a realização dos projetos econômicos na Cisjordânia e dificultar a vida cotidiana dos seus habitantes comuns, parece uma medida de retaliação em resposta da resolução aprovada pelo Conselho de Segurança da ONU. O documento condena a atividade colonizadora de Israel e apela a pôr fim à construção de assentamentos. 

Cisjordânia
Cisjordânia © AFP 2016/ MENAHEM KAHANA

"Lieberman deu indicação ao coordenador da atividade do governo nestes territórios para que suspenda a cooperação administrativa com as autoridades palestinas. A cooperação na área da segurança vai continuar", afirmou a fonte. 

No Ministério da Defesa israelense, as funções do coordenador da atividade do governo nos territórios incluem diversas formas de cooperação civil com os habitantes dos territórios ocupados e órgãos palestinos de autoadministração, tais como a coordenação de obras, o funcionamento de passagens fronteiriças, abastecimento de água e energia elétrica.

"Muito provavelmente, tudo continuará funcionando ao nível existente, mas o desenvolvimento, a ampliação, novos projetos que exigem a coordenação com Israel — tudo isso está posto em causa. Muitas coisas dependem da administração, até a isenção de documentos à população palestina que, segundo os acordos atuais, devem ser inscritos nos registros israelenses", disse à RIA Novosti um dos oficiais familiarizado com o assunto.

Entre alguns dos grandes projetos que podem ser afetados pelo congelamento de contatos, o canal de TV local i24 cita a recém-anunciada construção de uma zona industrial a oeste da cidade de Nablus, um "corredor econômico" entre Jericó e Jordânia e um hospital na região de Belém.

Postar um comentário