Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

'Ministro do Petróleo' do Daesh declarado morto por forças iraquianas

Na segunda-feira (5), as forças especiais iraquianas mataram o “ministro do Petróleo”, do grupo terrorista Daesh na província de Nínive. Isto aconteceu durante a operação de reconquista da cidade ocupada de Mossul, comunicou a assessoria de imprensa do Serviço Antiterrorista do Iraque.


Sputnik


De acordo com a assessoria de imprensa, o nome do "ministro" morto da organização jihadista era Asghad Abu Azzam. 


Forças iraquianas passam no deserto no âmbito de operação de libertação de Mossul, Iraque, 20 de outubro de 2016
Tropas iraquianas © AFP 2016/ AHMAD AL-RUBAYE

Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, bem como uma série de outras cidades ocidentais e povoações iraquianas, foi ocupada em 2014 em resultado da vasta ofensiva do grupo terrorista Daesh, que tinha obtido recursos do comércio ilegal do petróleo produzido nos territórios invadidos.

As forças iraquianas apoiadas pela coalizão contra o Daesh, com os EUA à cabeça, lançaram em 17 de outubro uma operação para reconquistar Mossul de outros grupos extremistas que são fora da lei na Rússia, EUA e em muitos outros países.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas