Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Venezuela está disposta a 'defender soberania e independência de Nicarágua'

Jorge Arreaza, chanceler da Venezuela, avisou da capital nicaraguense, Manágua, que o presidente Nicolás Maduro está disposto a apoiar a Nicarágua em defesa de sua soberania se for necessário.
Sputnik

"Se [nós] o povo bolivariano, os revolucionários da Venezuela, tivéssemos que vir à Nicarágua para defender a soberania e a independência nicaraguense, e oferecer nosso sangue pela Nicarágua, iríamos como Sandino, até à montanha de Nueva Segovia", expressou Arreaza.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela fez essas declarações durante a comemoração dos 39 anos do triunfo da Revolução Sandinista em Nicarágua, país para o qual viajou em 19 de julho.

O socialismo, enfatizou Arreaza, é o caminho certo, e assegurou que a Venezuela passou por uma situação semelhante da qual a Nicarágua enfrenta desde abril deste ano.

"Caros compatriotas, dizemos-lhes porque vivemos essa mesma experiência que vocês vivem nos últimos meses, nós as chamamos de guarimbas [termo para protesto popu…

Objetivo maior da Rússia na Síria é cessar-fogo abrangente e retomada do diálogo de paz

A Rússia está distribuindo a maior parte da sua ajuda humanitária na Síria entre a população de Aleppo e, neste momento, tem como principal objetivo a adoção de uma trégua total e a retomada das conversas de paz no país árabe, segundo afirmou o embaixador russo na ONU, Vitaly Churkin.


Sputnik


Em discurso no Conselho de Segurança das Nações Unidas, o representante permanente da Rússia destacou que Moscou continua enviando alimentos, remédios e outros itens básicos de sobrevivência em larga escala para diversas partes da Síria. Mas, recentemente, Aleppo tem recebido mais atenção por conta dos problemas humanitários em maiores proporções na região. 


Evacuação de Aleppo, Síria © REUTERS/ Omar Sanadiki

Mais cedo, o chefe da direção operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, tenente-general Sergei Rudskoy, se queixou da falta de participação de outros países na prestação de assistência aos civis de Aleppo, lembrando que, até agora, apenas Moscou e Damasco têm fornecido ajuda humanitária para essa população.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas