Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares norte-americanos acreditam que EUA entrarão em guerra

Quase metade do Exército dos EUA está confiante de que durante o ano de 2019 seu país estará envolvido em um grave conflito armado, de acordo com o Military Times.
Sputnik

Segundo uma pesquisa recente, 46% dos participantes não duvidam que o confronto militar ocorrerá no próximo ano.


A título de comparação, em 2017, apenas 5% dos militares dos EUA esperavam um conflito armado, enquanto 50% descartaram um cenário de guerra e 4% não responderam.

Quanto aos inimigos mais prováveis, os soldados dos EUA mencionaram principalmente a Rússia e a China. Respectivamente, 72% e 69% dos entrevistados escolheram esses dois países.

Além disso, cerca de 57% estão preocupados com a presença de extremistas islâmicos nos Estados Unidos. Em particular, 48% destacaram uma possível ameaça por parte dos grupos terroristas Daesh e Al Qaeda (proibidos na Rússia e em outros países).

Operações militares no Leste de Aleppo chegam ao fim; Governo sírio recupera controle (vídeo)

As operações militares no leste de Aleppo foram concluídas, e o governo sírio recuperou o controle da área, anunciou o embaixador russo para as Nações Unidas, Vitaly Churkin, ao Conselho de Segurança da ONU nesta terça-feira. 


Sputnik

"De acordo com as informações mais recentes que recebemos na última hora, as ações militares no leste de Aleppo terminaram, então não há nenhuma questão sobre um cessar-fogo ou certas operações humanitárias especiais", disse Churkin. 




"O governo sírio restabeleceu o controle sobre o leste de Aleppo, e agora vem a fase de ações humanitárias práticas".

Churkin disse anteriormente que os militantes que ainda estavam na região estavam deixando-a através de corredores designados. Antes disso, os grupos armados de Aleppo Oriental pediram ao exército sírio que os deixasse partir.

Nos últimos meses, Aleppo tornou-se um importante campo de batalha na Síria entre forças governamentais, de um lado, e os terroristas e militantes armados, de outro.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas