Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

Operações militares no Leste de Aleppo chegam ao fim; Governo sírio recupera controle (vídeo)

As operações militares no leste de Aleppo foram concluídas, e o governo sírio recuperou o controle da área, anunciou o embaixador russo para as Nações Unidas, Vitaly Churkin, ao Conselho de Segurança da ONU nesta terça-feira. 


Sputnik

"De acordo com as informações mais recentes que recebemos na última hora, as ações militares no leste de Aleppo terminaram, então não há nenhuma questão sobre um cessar-fogo ou certas operações humanitárias especiais", disse Churkin. 




"O governo sírio restabeleceu o controle sobre o leste de Aleppo, e agora vem a fase de ações humanitárias práticas".

Churkin disse anteriormente que os militantes que ainda estavam na região estavam deixando-a através de corredores designados. Antes disso, os grupos armados de Aleppo Oriental pediram ao exército sírio que os deixasse partir.

Nos últimos meses, Aleppo tornou-se um importante campo de batalha na Síria entre forças governamentais, de um lado, e os terroristas e militantes armados, de outro.


Postar um comentário